(16) 99248-0091

Apóie a continuidade deste trabalho, totalmente independente desde 1997. Saiba como participar clicando na imagem ao lado.

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

Há amigos que falam que sou um gênio, mas modestamente me recuso a aceitar tal título. Afinal, jamais poderei conceder três desejos a quem me libertar.

Barata, nascido Luiz Carlos, no dia do Anti-Natal, do ano da Graça do nascimento de Madonna, Michael Jackson, Bruce Dickinson, Cazuza e Tim Burton é poeta, escritor, produtor e apresentador de Webradio, produtor de eventos; e procura pagar as contas trabalhando com criação de sites. Cresceu escutando Beatles, Black Sabbath, Pink Floyd e Led Zeppelin e escrevendo poemas. Participou da geração mimeógrafo nos anos 1970, mas quando chegaram os filhos, deixou de ser poeta e foi tentar ser homem, o que no entender de Bukowski é bem mais difícil. Trabalhou como office-boy, bancário, projetista de brinquedos e analista de qualidade. No final do século XX, acordou certo dia de sonhos intranquilos e, transformado em um ser kafkiano, criou um projeto cultural na Internet nos moldes dos antigos panfletos mimeográficos. Mesmo antes de seu processo de metamorfose, Barata nunca deixou de cometer poemas, contos e crônicas. E embora tenha passado dos três dígitos o numero de textos escritos, nunca ganhou um prêmio literário. Foi apaixonado por Varda de Perdidos no Espaço, Janis Joplin, Grace Slick e Sonja Kristina; casou quatro vezes e tem dois filhos do primeiro casamento. Atualmente é também costureiro e colador de livros, num projeto de editora artesanal.

 

Mudanças
Barata Cichetto
Veredas de Porvenir
Barata Cichetto e Amyr Cantusio Jr.
Velho Vento
Barata Cichetto
Sangue de Barata
Barata Cichetto e Tublues
Squirt de Uma Buceta Raspada
Barata Cichetto
Bacanal de Poesia
Barata Cichetto
Mantra
Barata Cichetto
Verbo Desencarnado
Barata Cichetto
Depois do Fim
Barata Cichetto
Baratas Assim Como Elefantes Não Esquecem
Barata Cichetto
Elvis na Terra dos Sapatos de Camurça Azul
Barata Cichetto
Aniversário
Barata Cichetto
Sem Destino
Barata Cichetto
Não Tenha Pressa
Barata Cichetto
A Lenda da Fada da Foda
Barata Cichetto
Puta Sagrada
Barata Cichetto
Meteoro
Roberto Piva
Vagina, Vulva ou Buceta
Barata Cichetto
Esparrela
Barata Cichetto
Sobre Prazeres e Cigarros
Barata Cichetto
(Opera Rock) Madame X - À Sombra de Uma Morta Viva
Barata Cichetto e Amyr Cantusio Jr.
O Banqueiro Anarquista
Fernando Pessoa
Desejo Pornográfico
Barata Cichetto
Sacanas Bacanas
Barata Cichetto
Roteiro Para Filme Pornô
Barata Cichetto

Especial "Augusto dos Anjos"
Todos os poemas de um dos maiores poetas brasileiros, paraibano Augusto dos Anjos, que faleceu precocemente aos trinta anos de idade.
Especial "As Faces d'O Corvo"
Cinquenta traduções para o português, ou versões, de um dos poemas mais avassaladores da língua inglesa, escrito pelo poeta americano Edgar Allan Poe.
"O Banqueiro Anarquista"
Fernando Pessoa é conhecido por sua poesia, sendo que vários aspectos de sua personalidade literária, e sua visão política são ignorados. O unico conto publicado em vida pelo autor.
"Sub-Versões"
Barata Cichetto faz colagens poéticas sobre textos de sua autoria, de Augusto dos Anjos, e muitos outros autores, usando o Rock como trilha musical.
Webradio
A história de dez anos a frente da produção de programas e criação de emissoras de webradio, retratando a paixão do escritor por esse meio de comunicação.
Artesanato
Fotos de peças de artesanato feito em madeira e sobras de construção, material encontrado no lixo, ou abandonados à beira dos córregos fedorentos de São Paulo.
Entrevistas
Algumas das entrevistas feitas por escrito por Barata com personalidades do mundo do Rock e da cultura paulistanos. Entrevistas feitas por email.
Prefácios e Editoriais
Alguns dos prefácios de livros de prosa e escritos à convite de escritores,bem como editoriais para revistas e fanzines criados nos últimos quinze anos.

/barata.cichetto
((SEM TÍTULO)
Barata Cichetto
Em: 11/12/2018

Então, o sujeito passa dias criando um texto, reescreve, refaz, lê, relê. Depois um parceiro passa outros tantos dias compondo uma trilha musical. Aí volta o primeiro sujeito e passa mais uns dias para montar um vídeo, que será o resultado em imagem desse trabalho todo. Tudo isso tendo como inspiração o texto de um dos maiores escritores latino americanos. Ai, os dois sujeitos divulgam numa certa rede social e.. tãrããããããã: 8 visualizações e duas curtidas. Comentários só deles mesmo. E o que eles ganham com isso? Nem um centavinho... Mas poderiam ao menos ganhar um comentário, um olá, coisas assim, que fazem um artista produzir mais ainda.
Então, um bando de hipócritas, reclama sobre falta de cultura.. E onde eles estão? Curtindo fofoca política, porque no fim é o que essas merdas são.
Falar mal de político não faz um país politizado, faz um país de fofoqueiros analfabetos.
Grato pela (falta) de atenção.

<

Barata Cichetto... Quando pela primeira vez li um texto dele fantástico (era o Vitória, ou A Filha de Adão e Eva) fiquei estupefato. Era uma mistura de Augusto dos Anjos/Gregório de Matos Guerra/Dante Alighieri (e com uma escatologia estranha!). Daí saiu a Ópera. Nossa primeira juntos com vários convidados.
Posso dizer que o Barata é indigesto para quem quer poesia bobinha e superficial. Mas para amantes de Augusto dos Anjos/ Nelson Rodrigues e coisas mais "censuradas" com climas escatológicos e contemporâneos/linguagem ácida e ferina... É fascinante. Agradeço por ele ser um fã de minha música a qual permeia por seus vídeos. Vale a pena!
Amyr Cantúsio Jr. - Músico, Teósofo, Compositor, Filósofo - Campinas - SP
E um dia... Quando todas as formas de vida entrarem em "hibernação de sobrevivência" a Barata, incólume estará no seu simples ato de ser, sendo o que sabe ser, uma sobrevivente. Barata Cichetto, desde agora eu aplaudo sua resistência e determinação. Me curvo à sua força e talento, e deixo todo meu carinho.
Joanna Franko - Ser Humano - Planeta Terra

A história de A Barata, Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade foi escrita nos últimos 21 anos por centenas, talvez milhares, de participantes, direta ou indiretamente; e um número incalculável de usuários que desfrutaram de poesia, prosa, arte, música. Pessoas que compareceram a eventos, compraram camisetas, livros, e especialmente publicaram seus trabalhos artísticos neste endereço. A história foi escrita por todos esses, e agora é contada por seu criador, em relatos diários, publicados on time, entre 1º e 24 de Setembro de 2018. Leia e deixe seus comentários.
Barata Cichetto, Araraquara, SP, 01/09/2018

 

 

2018 - Sessenta Anos de Sacanagem. O Som e a Fúria; Barata Não Mora Mais Aqui. Mora Com o Sol. Deixem a Esquerda Livre. O Fim da Saga d'A Barata Rebelde. O Fim ou Começo?

Ao completar sessenta anos de idade, tudo o que podia ser chorado já foi chorado, como vovó dizia e Raul afirmava plenamente. O trem do futuro leva a Araraquara. Macunaíma, os irmãos Martinez, e a cidade das árvores. O futuro não pertence ao pensamento. Informação demais é pior que nenhuma.

RÁDIO COMUNITÁRIA DE AMÉRICO BRASILIENSE
Rádio Maranathá FM 104,9 - Meire Severino

Rádio Comunitária de Américo Brasiliense

Na manhã do dia 29 de Outubro, estivemos, eu e o amigo poeta João Aparecido Barrá, na Rádio Maranathá FM 104,9 de Américo Brasiliense, cidade vizinha de Araraquara, participando como entrevistados no programa da Meire Severino. No programa falamos sobre o momento político atual, e, claro, poesia. Na ocasião, li meu inédito poema, uma declaração de amor á cidade de Araraquara. Agradeço à Meire e ao amigo Barrá pela oportunidade.

A SOLIDÃO É UMA RATAZANA CINZENTA

Genecy Souza - Leitor

A Solidão é Uma Ratazana Cinzenta

Astribolidas - Astribaldo

Baratadas - José Nogueira

Barulho_Urbano - Ithalo Furtado

Bau_Belvedere - Belvedere Bruno

Celso_Barbieri - Antonio Celso Barbieri

Contos_da_Barata - Raymundo Silveira

Correspondencias - Tata Fernandes

Cronicas_do_Tchello - Tchello d'Barros

Cronicas_Fim_da_Noite - Jorge Mendes

Diario_de_Uma_Barata - Philipe Ribeiro

Diary_of_Madman - Fábio Carvalho

Do_Proprio_Bolso - Mário Pazcheco

Ensaios_Orkut - Janssen Balgobin

Etiqueta_Barata - Célia Leão

Lucio_Jr - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior

Marcelo_Sguassabia - Marcelo Sguassabia

Menestrel_das_Baratas - Menestrel Errante

Novelas_Baratas - Maira Reicher

Radicais_Livres - Silas Corrêa Leite

Rodrigo_Capella - Rodrigo Capella

Sexo_das_Baratas - Prof. Gozzo

Telescopio_Negro - Everi Rudnei Carrara

Toca_do_Shark - Alexandre Wildshark

Virtual_Planet - Arthur Campos

Wired_By_Sound - Marcio Alexandre Serra da Silva

A Incrível e Triste História de Renato Fênix e Sua Mãe Desalmada
Um Conto Sem Crime Nem Castigo
Chuva de Merda Sobre São Paulo
O Pacto (Um Conto Sem Vírgulas. Apenas Com Ponto Final)
O Gato Branco
Sobre Amigos e Calcinhas
A História do Incrível Tom Vermelho e Seu Incrível Gato Matapum
E joaok@elemesmo.com.br Entrou no Facebook.
Futurologia II (ou: Anjos, Papagaios e Cadeiras de Balanço)
Uma Senhora Com Uma Bolsa de Plástico Branca
Uma Mendiga Urinando na Praça
Memórias de Uma Puta Barata - Capítulo 3
Memórias de Uma Puta Barata - Capítulo 2
Um Sujeito de Merda (Micro Peça de Teatro)
Memórias de Uma Puta Barata - Capítulo 1
Uma Simples Questão de Perdão
O Dia Em Que Transei Com Janis Joplin
Aquele Dia o Palhaço Gargalhou
Criaturas
Crônica de Uma Morte Adiada
A Verdadeira Puta Barata
Missa Negra
Sangue de Barata, O Filme
A Troca – Um Conto Pornográfico


(16) 99248-0091

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

De Poeta a Poeta

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Prefácios & Editoriais
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.
 On Line

Política de PrivacidadeFree counter users online