(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

 Arca do Barata Cinematec'A Barata Contos Crônicas  Entrevistas  Facebookianas  Fal'A Barata! Livrari'A Barata  Micrônic'As Baratas


BBB - BIG BROTHER BARATA - 3ª PARTE
Barata Cichetto
Hoje entendo claramente os desesperados, os mendigos e os suicidas. Geralmente foram amantes que tem uma história de dedicação a seus parceiros e de que uma forma ou de outra foram traídos. Ou não correspondidos. Ou usados. Os desesperados matam a origem de seu desespero. Entra ai os chamados "Crimes de Amor", outros abandonam tudo e se tornam mendigos. Os terceiros enfiam o cano de um revolver na boca e atiram. Compreendo todos e conheci inúmeros que tomaram uma ou outra decisão. Não farei nada disso: amei demais, mas não sou desesperado o suficiente para matar alguém. Ser mendigo é muito chato e sou higiênico o suficiente para ser um. Meter uma bala na boca? Só se for de mel. Minha arma é de plástico e sou covarde o suficiente para não fazer isso. Aliás, o principal: ninguém merece uma vida. A minha vida, não vou me imolar feito um cordeiro santo em nome de ninguém que não soube compreender, ou não quis, o amor que eu dediquei. Não sou religioso, não acredito em re-encarnação nem em coisas do céu. Portanto, meu lugar é aqui mesmo. São e salvo. Sempre existe alguém que valha a pena, ainda acredito.

Ontem conheci uma mulher de uns trinta e poucos anos, descasada, descompromissada. Um desejo á flor da pele e eu, com minha libido em baixa achei que ia dar vexame. Fui sincero e abri o jogo. Ai entra a questão da Verdade, não do Jogo da Verdade. Quando existe Verdade existe Tesão, existe Amor, existe... Prazer. Descortinados e mortos todos os traumas, porque a Verdade mata tudo que é ruim. A Verdade floresce o que é bom. A Verdade desperta o Tesão. A hipocrisia me broxa. A falsidade me enoja. Amor é o que importa e se Deus existe é em Amor. Se o Diabo existe, ele não é não o pai do Rock, é a mãe da Hipocrisia e da Falsidade, duas gêmeas imundas e hermafroditas.

Qual é a Verdade do Tesão? Qual a Verdade do Desejo? Do Orgasmo sincero, porque todo o orgasmo tem que ser sincero. Não beba antes de fazer sexo, a vitima pode ser você. Não beba nem se drogue antes de fazer sexo, o Ministério da Saúde adverte, pode ser prejudicial a sua alma. Sexo é ótimo, com Prazer é melhor, isso pode parecer redundante, mas pense bem, olhe do seu lado e verá que não é tão redundante. Sexo com Amor, seja ele qual for, é melhor ainda. Aliás, tem que ser assim. Ora, "vá dormir, garota, que você está bêbada e eu não vou te comer!" Se você é mulher e já ouviu isso, olhe no espelho e diga: "Que porcaria eu sou? Que lixo eu sou?". Aliás, esse termo "comer" não é além de chulo e machista, tem um contexto real: quando a gente come, se nutre, se farta e o prato fica vazio, a comida... Vira nada. Entenderam? Conheci mulheres que diziam assim: "Fulano já me comeu!" Que ridículo! O que sobrou da "comida"? Na melhor das hipóteses, apenas o resto. E resto só quem come é quem está faminto... Ou desesperado. Mulheres assim estou fora!

Nas décadas de 50, 60 muitas e gloriosas mulheres lutaram por direitos iguais aos homens. Queriam direitos civis, de igualdade social etc. O que fizeram com isso? Não se contentaram em "conquistar" esses direitos, que nem eram não importantes assim, mas pegaram todos os defeitos e sujeiras que os machistas usavam, que era usar as pessoas, trair, usar e subjugar e incorporaram ao chamado Universo Feminino. Sabem no que se transformaram? Não em mulheres independentes, como acreditam, mas apenas em mulheres vulgares, sem mais nenhum encanto feminino, e não estou absolutamente falando em sem "donas de casa" passivas e outras babaquices. Adquiriram trejeitos, formas de pensar e agir abrutalhadas e sem sensibilidade. Enfim se tornaram homens com uma buceta e um par de peitos. Acordem, senhoras!
27/1/2006
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.628 - Livro 973 - Livro 474

"O Amor é a Compensação da Morte"
“Blowin In The Wind” ou: O Destino do Planeta Por Um Fio
11 de Setembro – Parte 1
11 de Setembro – Parte 2
111
154 Vidas de Terceiro Mundistas São o Preço de 5 Vidas Imperialistas
1984 é Hoje
1990 - Projeto Salvaterra
1º. Manifesto d'As Baratas
2107 - Uma Reflexão Sobre Representação da Realidade
A Aldeia de Adoniran
A Chave da Liberdade
A Classe dos Idiotas
A Droga do Amor
A Esperança é Uma Cadela Manca
A Fábula do Pequeno Pinto Amarelo, da Grande Cadela Branca e da Pequena Gata Cor-de-Rosa (Ou: Uma História de Merda)
A Grande Teia
A Injeção de Bíblia do Puxa-Saco
A Liberdade Tem Gosto de Cynar
A Língua do P
A Nojenta Arte de Enganar Qualquer Um
A Pequena História de Um Príncipe Desencantado e da Pequena Princesa
A Queda da Bastilha
A Síndrome da Assepsia
A Superioridade dos Artistas
A Verdade Não Exótica Sobre CDs de Vinil
A Volta dos Vampiros
Abaixa o Som, Porra!
Abortando a Folha de São Paulo
Acabou a Festa do Latino
Acorde!!!!
Acordo de Cavalheiros
Ainda a Vontade de Morrer
Alô! Terezinha!!!!!!!! Vai Para o Inferno Ou Não Vai?????
Alucinação
Amor? Nem de Mãe!
Ande na Linha!
Aos Pedaços...
Apenas Baratas
As Mulheres Que Eu Comi
Autobiografia Não Autorizada de Luiz Carlos Cichetto
Auto-Entrevista
Barata no Radar Cultura, com a Banda Pedra
Barata Tonta é a Mãe!
BBB - Big Brother Barata - 1ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 2ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 3ª Parte
Born In 1958
Brasileirinho
Cabeça de Barata
  Mais Crônicas >

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online