(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

 Arca do Barata Cinematec'A Barata Contos Crônicas  Entrevistas  Facebookianas  Fal'A Barata! Livrari'A Barata  Micrônic'As Baratas


A LIBERDADE TEM GOSTO DE CYNAR
Barata Cichetto
Nunca ensine a quem não deseja aprender, nunca proteja a quem deseja estar solto, nunca dê a quem não deseja receber, nunca ame a quem não deseja ser amado, nunca deseje a quem não lhe deseja, nunca morra por... ninguém. Ninguém irá lhe agradecer ou retribuir o que não foi pedido. Especialmente pessoas egoístas que normalmente não agradecem ninguém por nada, pois sua própria existência é que tem que agradecida pelo mundo inteiro.

Deixa eu massagear seus pés, deixa eu massagear suas costas, deixa eu massagear seu clitóris. Deixe de massagear a si mesma seu próprio ego. Retire agora o prego que prende minha alma a sua, que rasga meu coração igual à espada de um centurião. Eu sou um Cristo pagão, você é a cruz onde eu fui crucificado. O centurião ronda e enfia a espada em meu coração. Não tenho nenhuma Madalena a chorar por mim. Nem Maria, nem ninguém. Cristo morreu por nós, certo? E eu morri por você... E você, morreu por quem? Você é a cruz, madeira morta e seca. Quantos foram crucificados sobre você? Isso lhe dá prazer? Estou de braços abertos, pregos em minhas mãos e em meus pés, uma espada em meu coração e estou nu, completamente. Eu a deixei nua e não suportastes assim, porque sua alma ficou nua perante de mim. E eu estava nu também, junto a você. Poderíamos ter um orgasmo de alma, mas ficastes com medo e fugistes assustada, preferistes o tesão da carne ao orgasmo da alma. Podre criança! Não sabes, mesmo que com 666 amantes, o que é realmente um orgasmo.

Hoje posso escutar o que quero, ir onde meu desejo me carregar, falar o que quero, pensar o que desejo e explodir meus dedos no teclado. Não queria uma liberdade com o gosto meio-doce meio-amargo do Cynar. Mas a liberdade é assim: meio-doce, meio-amarga. Minhas asas crescem rápido e os primeiros vôos começo a ensaiar. Meu estômago dói de fome e excesso de cigarros, vomito todas as manhãs e tardes e noites.

Qual é o gosto que a liberdade tem pra você? Coca-Cola? Cerveja? Vinho? Esperma? Que triste! Acaso a liberdade tivesse para você o mesmo gosto que tem para mim, poderíamos ser livres juntos... Porque acreditas que a liberdade é pessoal e intransferível? Liberdade egoísta é liberdade? Egoísmo é liberdade? Mas de qualquer forma não quero compartilhar minha liberdade com mais ninguém, ninguém merece ser livre comigo. Permaneça prisioneira de sua liberdade egoísta. Permaneça prisioneira de seu ego, prisioneira de si mesma. Acredite que isso é liberdade e jogue fora a chave do verdadeiro Prazer.

Quem conhece a magnífica obra de Pete Towshend, do The Who, uma das mais injustiçadas bandas de Rock de todos os tempos, "Tommy", que gerou vários discos e um filme mediano, sabe de uma parte em que Tommy - um garoto que fica cego, surdo e mudo por um trauma ao ver a mãe e o amante matarem o pai - se depara com um espelho e ao atravessá-lo cai na água e ao som de um Rock visceral e canta, em meio a braçadas: "I'm free, I'm free / And freedom taste of reality" (Estou livre, estou livre / E a liberdade tem sabor de realidade). A liberdade tem sabor de realidade??? É isso? O autor pode ter colocado isso num contexto em que o fato de a liberdade ser real é o que mais importa. No caso, Tommy se liberta de suas deficiências e se sente livre por isso. Será? Mas quando a realidade causada pela busca de uma liberdade é crua e cruel? É justo cantar assim? Qual é a realidade que justifica a liberdade? Toda realidade justifica a liberdade? Liberdade é preço justo e honesto a qualquer realidade? "Tommy can you hear me, Tommy can you hear me". Tommy, baseado nessa falsa sensação de liberdade e do poder dela advindo, se torna uma espécie de falso guru, falso messias e se ferra todo no fim. A falsa sensação de liberdade gera falsa sensação de poder. E a maioria das pessoas não está preparada para a liberdade e muito menos para o poder que ela exprime.

"Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro".Transubstanciei minha existência em dor e minha dor em vida e quero a vida plena que negastes a mim. Não morro mais! Sou eterno! Você não pode ser Deus, porque Deus é único e sou eu! Uma vida também é única como foi único o sentimento que lhe entreguei. Entregue-se a matilha de lobos, a corja de abutres, ame por um dia, goze em cinco minutos e depois vá dormir, bêbada e feliz. Não ligue, não faça sexo por telefone, não telefone para a Policia, nem para os Bombeiros. Não preste a atenção em baratas, não goze quando estiver pensando, não pense quando estiver gozando. Pensar e gozar são inimigos. Eu não morro mais... de tesão por você. Hoje tenho Camilla Perez... Desculpa, Arturo Bandini, mas roubei sua amada. Arranquei-a das páginas do seu livro, ela não lhe pertence mais.

(Imagem: Foto de John Santerineross, Montagem: Luiz Cichetto)
3/2/2006
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.628 - Livro 973 - Livro 474

"O Amor é a Compensação da Morte"
“Blowin In The Wind” ou: O Destino do Planeta Por Um Fio
11 de Setembro – Parte 1
11 de Setembro – Parte 2
111
154 Vidas de Terceiro Mundistas São o Preço de 5 Vidas Imperialistas
1984 é Hoje
1990 - Projeto Salvaterra
1º. Manifesto d'As Baratas
2107 - Uma Reflexão Sobre Representação da Realidade
A Aldeia de Adoniran
A Chave da Liberdade
A Classe dos Idiotas
A Droga do Amor
A Esperança é Uma Cadela Manca
A Fábula do Pequeno Pinto Amarelo, da Grande Cadela Branca e da Pequena Gata Cor-de-Rosa (Ou: Uma História de Merda)
A Grande Teia
A Injeção de Bíblia do Puxa-Saco
A Liberdade Tem Gosto de Cynar
A Língua do P
A Nojenta Arte de Enganar Qualquer Um
A Pequena História de Um Príncipe Desencantado e da Pequena Princesa
A Queda da Bastilha
A Síndrome da Assepsia
A Superioridade dos Artistas
A Verdade Não Exótica Sobre CDs de Vinil
A Volta dos Vampiros
Abaixa o Som, Porra!
Abortando a Folha de São Paulo
Acabou a Festa do Latino
Acorde!!!!
Acordo de Cavalheiros
Ainda a Vontade de Morrer
Alô! Terezinha!!!!!!!! Vai Para o Inferno Ou Não Vai?????
Alucinação
Amor? Nem de Mãe!
Ande na Linha!
Aos Pedaços...
Apenas Baratas
As Mulheres Que Eu Comi
Autobiografia Não Autorizada de Luiz Carlos Cichetto
Auto-Entrevista
Barata no Radar Cultura, com a Banda Pedra
Barata Tonta é a Mãe!
BBB - Big Brother Barata - 1ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 2ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 3ª Parte
Born In 1958
Brasileirinho
Cabeça de Barata
  Mais Crônicas >

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online