Barata no Radar Cultura, com a Banda Pedra
O Homem, o Poeta e o Giraçol
Morphine, ou Percepção Emocionada
Woodstarkus - Uma Celebração á Paz
Esperando Papai Noel
Manifesto Singular
Em Busca da Mulher-Barata
Censura? Sempre e Mais...
"O Amor é a Compensação da Morte"
Inserir >/ Quebra... > / Quebra de Página
A Superioridade dos Artistas
Coçar a Cicatriz, Xingar a Meretriz e Sonhar Com a Imperatriz
Viver é Fatal! Quem Viver... Vi...Verá!
Resquícios Críticos Indecentes (Ou Ctrl C/Ctrl V)
Fui!!!
O Rei Está Morto, Então Viva o Rei!
Cabeça de Barata
Acabou a Festa do Latino
Rádio Barata
O Jagunço
Foda-se!!!!
Sonha Comigo!
Que Venham as Putas!
Foda-se e Feliz Aniversário, Betty Boop!
Dias Em Que A Gente Nem Consegue Escrever...
Denny Dent, Diogo Oliveira e os Gênios da Cultura Rock'n'Roll
Sebos & Puteiros
Amor? Nem de Mãe!
Viva Sua Vida ou Vá Se Foder!
O Conto da Barata
A Síndrome da Assepsia
Sangue de Barata - Ou A Grande Família Chamada Rock'n'Roll!
Emoções Baratas
Manifesto dos Desbaratados
Livre Por Natureza
Enquanto Os Cães Passam as Caravanas Ladram!
Abortando a Folha de São Paulo
A Droga do Amor
Ladrão de Bife Não é Herói
Papai Noel é Um Cara Legal...
Que Me Perdoem os Eunucos
Tudo em Nome do Rock And Roll
Dogville , de Lars Von Trier
Estranhas Mutações
Tumantes e Seus Cometas no País dos Boasmerdz
Já Que é Para Esculhambar...
Dia da Consciência...
Iggy Pop
Serguei Iessiênin
Vai Se Foder!

Arca do Barata Contos d'A Barata Crônic'As Baratas Entrevist'As Baratas Fal'A Barata!Micrônic'As Baratas + Resenhas de Filmes + Resenhas de Livros +

A ALDEIA DE ADONIRAN
Luiz Carlos "Barata" Cichetto
barata.cichetto@gmail.com
Queria falar sobre um dos maiores compositores brasileiros, Adoniran Barbosa, mas não conseguia expressar direito sentimentos que tinha com relação a ele, que foi uma das primeiras músicas que escutei quando tinha meus 4 ou 5 anos de idade. Lembrei de uma oportunidade em que encontrei “Charutinho” , como era conhecido, em uma calçada da Rua Maria Paula, durante os anos 70. Lembro que ficamos nos olhando durante algum tempo e depois cada um seguiu seu caminho. Acho que ele queria que eu o reconhecesse, sei lá. A realidade é que aquela imagem ficou na minha mente, bem como as músicas, que a mim têm um sabor de infância, de coisas simples, poética simples. Simplicidade. Procurei alguma coisa sobre ele na Internet e encontrei um ótimo texto, infelizmente não assinado, em http://www.samba-choro.com.br/artistas/adoniranbarbosa e parte dele estou colocando a seguir. Ai, roqueirada besta, como diria Raul: “Procure, que você vai entender”.
Adoniran Barbosa (João Rubinato) - Valinhos, SP, 6/8/1910 - São Paulo, 23/11/1982)
“Mais brilhante compositor paulista de todos os tempos, Adoniran Barbosa - pobre e mal-letrado -, sabia ser mais denso que muito catedrático quando definia: pra escrever uma boa letra de samba, a gente tem que ser, em primeiro lugar, anarfabeto. Como poucos, Adoniran foi gênio. Como Lupicínio ou Nick Cave, daqueles raros gênios que extraem de uma quase patética simplicidade uma montanha de significados sutis. É aquela estória: você ouve Saudosa Maloca 300 vezes, sem prestar muita atenção. Aí, um dia, dá um estalo: então era isso? (...) Júlio Medaglia - maestro e arranjador -, é definitivo quando lembra: "Dostoievski dizia que a melhor maneira de ser universal é narrar bem a sua aldeia. E ninguém melhor que Adoniran narrou a aldeia paulista". Além disso, Adoniran foi uma das raríssimas coisas boas surgidas na MPB daquela desgraça abolerada que foi a década de 50 (a bossa-nova e seus precursores não vale, que foi bem no finzinho). Uma rara chama de lucidez e assepsia no meio de uma enxurrada de mau gosto, baixo-astral, dor-de-cotovelo, mortes e assassinatos por amor espalhados pela quase totalidade das canções."
13/9/2006
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.628 - Livro 973 - Livro 474

(11) 96358-9727


Camisetas
Livros
Pinturas


A Barata - O Site
A Barata na Mídia
Barata Cichetto, Quem É?
Depoimentos
Fest'As Baratas
Fotos

Por Título
Por Livro
Por Data
Com Áudio
Musicados
Com Vídeo
Livros Impressos

A Barata Ao Vivo
Biografi'As Baratas
Discoteca d'A Barata
Ensaios Musicais
Coletâneas de Rock


Artesanato
Camisetas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Convergências
PQP - Puta Que Pariu
Pinturas
Sub-Versões
Videos
Webradio

Gatos & Alfaces
Pi Ao Quadrado
Revist'A Barata
Revist'A Barata Digital
Versus


Arca do Barata
Contos d'A Barata
Crônic'As Baratas
Entrevist'As Baratas
Fal'A Barata!
Micrônic'As Baratas
Resenhas de Filmes
Resenhas de Livros

Ataraxia
Crom
Kakerlak Doppelgänger
Madame X
O Anjo Venusanal
Ponto de Fuga
Pornomatopéias
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Seren Goch: 2332
Tublues
Vitória

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto e registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor. Bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade".

 On Line:  94