Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto e registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor. Bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade".

Bento Araújo

Bento Araújo
Poeira Zine
.................................................................................................................................................................................
Luiz Carlos "Barata" Cichetto
barata.cichetto@gmail.com

Bento Araújo, 30 Anos, Criador e Editor do PoeiraZine, que há praticamente cinco anos trás "O Melhor da Música do Melhor dos Tempos", uma publicação que se transformou em algo essencial para todos aqueles que gostam do Rock feito nos anos 50, 60, 70 e um pouco dos 80... Formado em Jornalismo, Bento empenhou todo seu esforço pessoal e dinheiro para construir um sonho... Que deu certo... Nesta entrevista, feita no inicio de Junho de 2007, batemos um papo com ele.

Barata Cichetto: Bentão, seguinte, começa falando da sua vida pessoal, sua familia e formação.

Bento Araújo: : Meu primeiro contato com o Rock foi em 1981 (eu tinha 5 anos!), quando o Queen veio para São Paulo e arrasou naquele show do Morumbi. Minha tia era fanática pela banda e eu acabava ouvindo de tabela. Dois anos depois, veio o Kiss e foi aquela febre na molecada, era Kiss pra cá, Kiss pra lá, foi a primeira banda que me colocou medo (risos)! Mas o estouro mesmo foi em 1984, quando o heavy metal virou mania e eu comprei o meu primeiro disco: Love at First Sting, do Scorpions. Eles estavam com as malas prontas para tocar no Rock In Rio em janeiro de 1985, e nessa época o Rock passou a ser tratado com mais respeito no Brasil. Virou “legal” ser roqueiro!
Quando adolescente, comecei a tocar em bandas de Rock. Como percebi que viver de Rock no Brasil não ia dar pé, pulei de cabeça no jornalismo, onde eu poderia continuar trabalhando com a minha paixão e, de uma certa maneira, ‘viver de música’, que sempre foi o meu intuito inicial.

Barata Cichetto: : Como começou esse gosto pelo Rock dos anos 50, 60... Afinal seria mais lógico que por sua idade, o gosto tendesse aos anos 80...?
Bento Araújo: : Cresci nos 80 então comecei pelo Metal tradicional da época. Comecei com a explosão de grupos como o Kiss e com as bandas pesadas que se apresentaram na primeira edição do Rock In Rio. Foi uma loucura. Toda a molecada ia para a escola com os LPs debaixo do braço. Emprestávamos os discos uns aos outros e nessa descobríamos todo um novo mundo. Hoje, na época de Ipods e MP3, isso pode parecer datado, mas era o que rolava e era uma delícia!!! Se reunir com os amigos para ouvir um novo lançamento... muito legal essa época!!!
Para muitas gerações de amantes do Rock 'n' Roll, o Iron Maiden pode ser considerado o grupo mais importante dentre muitos outros, somente pelo fato de ser, na grande maioria das vezes, a primeira paixão de quando se é garoto. É daquele tipo que marca para sempre e nunca mais será esquecida.
Quando descobri o Maiden, fui atrás de seus EPs, onde eles geralmente registravam covers de bandas setentistas. Eu pirava com essas covers e comecei a sair na caça das versões originais. Nessa, descobri bandas como o Thin Lizzy, Jethro Tull, Golden Earring, Budgie, Nektar, Montrose e muitas outras. Por esse simples motivo, coloco o Maiden como uma das bandas mais importantes, por abrir o ouvido do pessoal mais jovem para as maravilhosas bandas clássicas. Foi aí que começou minha paixão pelo Rock, digamos, antigo.

Barata Cichetto: : Quais são suas bandas preferidas, dentro do seu universo... e dentro do mesmo, aquelas que detesta?

Bento Araújo: : Minhas bandas e artistas preferidos:
Grand Funk Railroad, Free, Thin Lizzy, Frank Zappa, Hendrix, Os Mutantes, Stevie Wonder, Steely Dan, Som Nosso de Cada Dia, Miles Davis, Luis Alberto Spinetta, Led, Allman Brothers, Sérgio Sampaio e James Brown.
Detesto qualquer coisa de pagode, axé e sertanejo! (risos)

Barata Cichetto: : Como surgiu a idéia de criar o PoeiraZine? O que o motivou a criar a revista?

Bento Araújo: : A Poeira Zine é o meu ideal em formato impresso. Uma espécie de publicação de resistência, onde não rola essa coisa de jabá e jogo de interesses. O intuito é difundir a boa música, não só do passado, mas de sempre. Tudo partiu de uma ‘paranóia’ pessoal: por que revista de música não dá certo no Brasil? E por que nunca tivemos uma revista especializada em Rock dos anos 60 e 70?
O ponto de partida foi "peitar" todas essas adversidades com muito trabalho e confiança. Lancei para mim mesmo: "Vou bolar a revista que sempre sonhei em ter para ler. Como se estivesse escrevendo para eu mesmo ler e me deliciar com aquilo tudo".

Senti que a carência por informações sobre a boa música sempre foi enorme por aqui. Todos queriam saber sobre as bandas, discografias e curiosidades sobre esse mundo. Por que não passar isso para o papel e disponibilizar para um número maior de pessoas? A simples idéia tornou-se uma fixação.
Minha idéia era "vender o peixe" apenas para um ou dois lojistas e rodar uma publicação de quatro ou seis páginas em xerox, como todos os zines começam. Logo a coisa foi crescendo, com o pessoal se animando com a idéia. Quando me dei conta tinha anunciantes suficientes para rodar a publicação numa gráfica e fazer a capa em um papel couchê e tudo mais, além de prensar de cara 2.000 exemplares. Todo esse fenômeno também ocorreu graças a minha incessante vontade de querer criar algo profissional e de qualidade desde o início, fugindo daquela poluição visual que os fanzines costumam trazer.
Em fevereiro de 2003 eu lancei o número zero da Poeira Zine, que agora já está se tornando uma referência de publicação musical. Estou há mais de quatro anos na empreitada, lancei 16 edições (sempre trimestralmente) e estou adorando!

Barata Cichetto: : PoeiraZine... É um Zine ou uma Revista? A pergunta é porque ela tem todo o aspecto de revista, embora use os mecanismos de distribuição mão-a-mão dos Zines.

Bento Araújo: : Eu costumo dizer que é uma revista com atitude de fanzine. Taí uma boa resposta! (risos)

Barata Cichetto: : O que acha dos Zines atualmente, já que embora a Internet tenha se consolidado como um meio de difusão de idéias livres, o pessoal não abre mão dos formatos impressos, até mesmo de forma precária?

Bento Araújo: : Eles sempre irão existir. Não é todo mundo que anda com laptop no ônibus (risos). O prazer de levar sua publicação preferida pro ‘troninho’ é inigualável! (risos) Zine é atitude em formato impresso. Lógico que existe atitude virtual também. É questão de impacto. Manusear as idéias (impressas) de alguém é sempre prazeroso.

Barata Cichetto: : Qual é a tiragem hoje da PoeiraZine? A revista se paga ou você ainda tem que bancar?

Bento Araújo: : São 3000 exemplares. Ela se paga sim, o que é raridade no Brasil.

Barata Cichetto: : Aliás, o que ocorreu com o site do PoeiraZine? Porque saiu do ar?

Bento Araújo: : Ele está sendo reformulado e em breve voltará com força total.

Barata Cichetto: : Você também é músico e toca em algumas bandas. Fale sobre seu trabalho como músico, que tipo de coisas gosta de tocar.

Bento Araújo: : Minha parte ‘músico’ é hobby. Já foi ganha pão mas hoje é só curtição. O que mais gosto á fazer jams informais com pessoas que não conheço. Adoro aprender com músicos de diferentes estilos. Meu projeto atual é um tributo ao Black Sabath (Born Again) com um guitarrista de jazz, o Michel Leme. Então daí dá pra tirar uma idéia da nossa viagem. Fazer um Sabbath pesadíssimo como manda o figurino, mas com uma pitada de Mahavishnu Orchestra (risos). A banda ainda traz o Abdalla Kilsam nos vocais e Ivan Scartezini (Pedra) na bateria. Tocamos as fases Ozzy, Dio e Gillan.

Barata Cichetto: : O que está escutando hoje?

Bento Araújo: : Coisas antigas e novas também. Estou numa fase de Rock argentino: Pescado Rabioso, Almendra, Manal, Arco Íris, etc...

Barata Cichetto: : Tem gente que critica seu trabalho, dizendo que você praticamente não dá espaço ao Rock do Brasil. O que tem a dizer sobre essas críticas?

Bento Araújo: : Quem faz essas críticas com certeza não acompanhou todas essas 16 edições da poeira Zine. Já falei de festivais estritamente nacionais, como a Banana Progressiva, aquele primeiro Hollywood Rock de 1975. Fiz também matérias com O Peso, Macalé, Novos Baianos, Lírio de Vidro, Sunflower e fiz entrevistas com o Pedrão do Som Nosso de Cada Dia, etc. Isso sem contar nas bandas mais novas. Tomada, Carro Bomba e o Pedra, por exemplo, tiveram suas primeiras matérias e resenhas publicadas na poeira Zine, bem antes de falarem sobre eles nas demais publicações.

Barata Cichetto: : Porque a PoeiraZine não é distribuida em bancas? Qual é a dificuldade?

Bento Araújo: : As distribuidoras exigem uma tiragem de 14 000 exemplares para começar a ‘pensar no assunto’. Por enquanto é inviável.

Barata Cichetto: : Quais os planos futuros para o Projeto PoeiraZine?

Bento Araújo: : Manter sempre a integridade no quesito ‘música’. E se tornar referência para um número cada vez maior de pessoas.

Barata Cichetto: : A PoeiraZine deu um salto em termos de apresentação gráfica. Quem é o responsável por isso?

Bento Araújo: : As capas estão sendo boladas pelo Diogo Oliveira, que é um designer muito competente. O que ajuda é o Diogo fala a mesma língua que eu. Adora Rock antigo, também é músico, enfim, é um artista completo por natureza. A diagramação sou eu que continuo fazendo e estou animado com a evolução da mesma através desses 16 números.

Barata Cichetto: : Bom, Bentão, agora deixa seu recado, fale sobre o que quiser.

Bento Araújo: : Luiz, valeu pela força e pelo espaço! Foi um prazer estar aqui contigo! Para quem quiser conhecer a poeira Zine, basta entrar em contato pelo poeirazine@gmail.com.
Força para todos vocês!
4/6/2007
Registro no E.D.A. da F.B.N. : -
Amyr Cantusio Jr.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Antonio "Tutu" Simmons
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bento Araújo
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fabio Sliachticas
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fabrizio Michelloni
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gerson Conrad
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Marcelo Diniz
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Marcelo Watanabe
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Marcio Baraldi
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nico Bates
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Pedrão
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Percy Weiss
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Rê Joplin
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ricardo Alpendre
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Rolando Castello Júnior
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Arca do Barata
Contos d'A Barata
Crônic'As Baratas
Entrevist'As Baratas
Fal'A Barata!
Resenhas de Filmes
Resenhas de Livros
Micrônic'As Baratas
Camisetas
Livros
Revist'A Barata
Revistas Impressas
Artesanato
O Anjo Venusanal
Ponto de Fuga
Convergências
Ópera Rock Vitória
PQP - Puta Que Pariu
Webradio
Sub-Versões
Videos
A Barata Ao Vivo
Biografi'As Baratas
Discoteca d'A Barata
Ensaios Musicais
1a. Coletâne'A Barata
2a. Coletâne'A Barata
Festival Música Independente
A Barata - O Site
Fest'As Baratas
A Barata na Midia
Barata Cichetto, Quem É?
Depoimentos
Amigos & Parceiros
Fotos
Arquíloco (1981)
Sangue de Barata
Impessoal e Transferível
1958
A Verdadeira História da Betty Boop
Emoções Baratas
O Olhar Gótico da Morte Dentro da Cibernética Taverna
O Câncer, O Leão e O Escorpião
O Cu de Vênus
O Êxtase
Poemas Perdidos

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 On Line:  325