MINHA HOMENAGEM A ROGER WATERS
Minha Homenagem a Roger Waters Barata Cichetto
Toda a Poesia Que Eu Pude Carregar

-

-

Ah, e eu não quero lutar por libertar o mundo,
Eu não aguentaria no fronte nem um segundo.
Deixo tal feito ao intento ao artista forasteiro,
Um malfeito comunista igual a um seresteiro.

E eu não quero lutar por uma falsa igualdade,
Sabendo que ser igual é uma enorme maldade.
Deixo tal luta aos perfeitos socialistas patetas,
Que acreditam nas mentiras de falsos profetas.

Não, não quero a guerra contra o preconceito,
E acredito que o bom é o que caminha direito.
Deixo a batalha aos que se imaginam paladinos,
E aos ditadores almofadados dos países latinos.

Já disse que não, não quero nenhum privilégio,
E nenhuma cota por conta de algum sacrilégio.
Deixo essa briga àqueles que berram por justiça,
Já sabendo de longe que seu cheiro é de carniça.

Pois não, e não e não quero mudar a ninguém,
E, ademais não permito que me mudem também.
Deixo as mudanças por conta do tempo futuro
Conhecendo de cor o que tem atrás desse muro.

Por fim, ninguém é perfeito senão o comunista,
E eu não tenho o direito de chamar de fascista.
Deixo tal papel ao cantor com o cérebro finado.
Que pensa ser rei, e é apenas o bobo do reinado.
20/11/2018