MUDANÇAS
Barata Cichetto
Crônica Póetica de Barata Cichetto, escrita no dia do aniversário de 60 anos, em 25/06/2018.
Trilha Sonora: Alpha III (Amyr Cantusio Jr.) "Dark Hole Factor", do Álbum "Android" - 2014

 

Estou de mudança. E não é de lugar, não é de cidade, não é de opinião, não é de roupa, e não é de atitude; estou de mudança, e não é para qualquer lugar, é para lugar nenhum; estou de mudança, e não para uma casa, é para o ar; estou de mudança, e não é de pensamento, é para não pensar; estou de mudança, e não é de propósito, é por propósito; estou de mudança, e não é por querer mudar, é por querer não estar; estou de mudança, e não é por não querer continuar, é por querer respirar; estou de mudança, e não é por ninguém, é por alguém; estou de mudança, e não é por não querer ficar, é por querer não ir; estou de mudança, e não é por desejo, mas por despejo; estou de mudança, e não por falta de pagamento, mas excesso de julgamento; estou de mudança, e não é por meu ócio, mas por seu ódio; estou de mudança, e não é por minha preguiça, mas por sua cobiça; estou de mudança, e não por minha luxúria, é por sua impotência; estou de mudança, e não é por esperança, mas por desespero; estou de mudança, e não é por liberdade, é por eternidade; estou de mudança, e não é por construção, é por destruição; estou de mudança, e não é para melhor, nem para pior, é para o talvez; estou de mudança, e não é por coragem, nem por covardia, é pelo nada; estou de mudança, e não é por alegria, nem por tristeza, é pela angústia; estou de mudança, e não por prosa, nem por poesia, é por silêncio; estou de mudança, e não é por motivo, é por ser nocivo, é por estar vivo; estou de mudança, e não é por doença, é por sentença; estou de mudança, e não é por estar, é por ser; estou de mudança, e não é por valor, mas pelo preço; estou de mudança, e não é por vontade, nem necessidade, é por maldade; estou de mudança, e não é por nada concreto, nem nada secreto, é por decreto; estou de mudança, e não é por estar cheio, é por estar vazio; estou de mudança, e não é por vontade divina, é por vaidade do pai, do filho e do espírito porco; estou de mudança, e não é por vontade do capitalismo, nem por maldade do comunismo, é por vaidade do cristianismo; estou de mudança, e não é pela tristeza, mas por avareza; estou de mudança, e não é por minha condição, mas por traição; estou de mudança, e não é por decisão, mas por maldição; estou de mudança, e não é por sorte, mas por morte; estou de mudança, para qualquer esquina, qualquer rua, qualquer mar, qualquer buraco, qualquer céu, qualquer inferno, qualquer fossa, qualquer tumulo; estou de mudança, mas sem caminhão, sem bagagem, sem mobília, sem caixas de papelão; estou de mudança, mas sem endereço, sem destino, e sem volta; estou de mudança, e não é dentro em um trem, de um carro ou de um caminhão: estou de mudança, e minha mudança será dentro de um caixão.

Citação: quando derrubarem meu castelo, escavem raso, que ali encontrarão meu esqueleto. Desenterrem-no e escavem profundo: ali encontrarão o portal para os nove círculos do inferno.

"Por mim se vai das dores à morada,
Por mim se vai ao padecer eterno,
Por mim se vai à gente condenada." - Dante Alighieri

25/06/2018
17/12/2018
https://youtu.be/uqpByNfYux0