nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto e registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor. Bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade".
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free

Livros de Poesia de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto.
Para comprar escolha o titulo, depois clique em "Comprar". Para saber como anda seu pedido, clique em "Seu Pedido".

| PoesiaContos | Crônicas | Autobiografia |

 Como Anda Seu Pedido?

Barata: Sexo, Poesia & Rock n Roll - Uma Autobiografia Não Autorizada
Barata Cichetto
Ano: 2012
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Edição: 1ª
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Formato: 14 X 21
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Origem: Brasil
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gênero: Autobiografia
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Páginas: 140
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Preço: R$ 30,00 + Frete
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Editora: Editor'A Barata Artesanal
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"Barata: Sexo, Poesia & Rock'n'Roll - Uma Autobiografia Não Autorizada", é o nome do livro que o poeta, escritor, webdesigner, artesão, webdesigner e agitador cultural, Luiz Carlos Barata Cichetto está lançando. Em 140 páginas, o autor discorre de forma simples e direta os últimos quarenta e dois anos, iniciando sua narrativa no ano de 1970, quando começou a escutar Rock, até o ano de 2012. Curiosidades e detalhes sobre shows internacionais, detalhes de suas aventuras amorosas e como criou e mantem até hoje um site que no inicio do século foi uma referencia no cenário brasileiro d& Rock e Internet.

Escrito de um fôlego só, em menos de uma semana, o livro foi também integralmente composto fisicamente pelo autor, que é o responsável pela diagramação, impressão e encadernação, por intermédio de um projeto chamado Editor'A Barata Artesanal. Sem qualquer tipo de revisão ou copidescagem e sem também qualquer pesquisa mais apurada, o livro foi escrito propositalmente baseado em lembranças e memórias do autor, sem uma preocupação histórica. Evidentemente que por tal estratégia, "Barata: Sexo, Poesia & Rock'n'Roll" poderá até conter erros de informação histórica, mas o que não invalida a intenção de Barata que é a de criar um painel cultural das ultimas quatro décadas, apimentando esse painel com cenas eróticas e com fatos que até então apenas poucos amigos dentro do seu Universo, o da Musica e da Poesia conheciam.

Luiz Carlos Barata Cichetto tem mais de 1.000 poemas e cerca de 2.000 crônicas e contos, a maior parte publicado em seu projeto A Barata. Entre 2002 e 2006, organizou inúmeros eventos culturais denominados Fest'A Barata, que reuniam além de bandas d& Rock, outras expressões artísticas. Foi manager da banda Patrulha do Espaço, onde entre outras coisas criou o nome e o conceito do CD ".ComPacto". Criou também sites para várias bandas do cenário, tendo sido pioneiro em oferecer espaços gratuitos para sites de artistas.

Em 2010 escreveu Vitória ou A Filha de Adão e Eva, uma Opera Rock, tendo a parte musical a cargo de um dos maiores expoentes do Rock Progressivo no Brasil, Amyr Cantusio Jr. Nesse ano também criou a Editor'A Barata Artesanal com o objetivo de publicar de forma artesanal seus próprios livros mas que acabou também por publicar outros autores. Além de inúmeras edições de revistas virtuais, também criou e produziu, sempre com recursos próprios, as revistas Revist'A Barata (2000 a 2004) e atualmente a Revista "Versus". Neste ano de 2012, a parceria com o cantor e compositor Ciro Carvalho trouxe nova faceta, a de letrista, que rendeu de imediato a composição de 50 musicas que serão ainda neste ano apresentadas em um show que está sendo montado e num CD ainda em fase de gravação.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Trecho
Capítulo 12
Ao contrário da maioria das pessoas com quem convivia, nunca curti nenhum tipo de drogas. Experimentei maconha duas vezes, e além de não ter tido nenhum "barato", detestei o cheiro da erva e ficava enojado de ver aquela "bagana" toda babada, circulando entre os dedos e bocas de um monte de gente. As drogas químicas eram muito raras, porque caras, por essas bandas e eu também nunca precisei nem quis ficar louco artificialmente. Afinal, segundo alguns amigos meus, eu já nascera "doido". E uma das "desculpas" perfeitas que encontrei para não usar drogas e ao mesmo tempo não ser taxado de "careta" pelos amigos, estava na música "Alucinação", feita por Belchior. "A minha alucinação é suportar o dia a dia, e meu delírio é a experiência com coisas reais." Era 1976 e eu tinha 18 anos. E também foi graças a Belchior que eu conheci mais "malucas" que meus olhos e meu pinto penetraram... Jane, aliás, Janete, era uma negra, linda, muito alta e magra. Quando a conheci, num festival no Teatro Bandeirantes, onde entre outras atrações, aconteceria o show de Belchior, senti algo que nunca sentira. Janete dançava e pulava, e gritava e se atirava no chão, totalmente fora do ritmo da musica, totalmente fora de órbita... Cheguei perto dela e ela simplesmente se atirou sobre mim e me abraçou. Não largou mais durante o resto da noite. Acordei no início da tarde num um cortiço próximo, com parte das roupas rasgadas e um monte de hematomas pelo corpo e Janete com a cabeça enfiada dentro de uma privada imunda. Ela ergueu a cabeça e pediu uma toalha, enxugou o vômito e me olhou como se fosse me matar. Depois pulou sobre mim, do mesmo jeito que pulava dentro do teatro, mas abocanhou meu pinto e ficou ali, um tempo enorme, sugando-o quase que infantilmente até dormir.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Comentários
"Para além, 'Barata: Sexo, Poesia e Rock’n’Roll' contribui para compreendermos os deslocamentos nas margens paulistanas, no underground cultural. Luiz nos leva a passear pelos cinemas pornográficos, convida-nos a uma transa em um puteiro, a bebermos o desespero e a mágoa e a dançarmos enlouquecidamente ao som de uma banda de rock jamais alçada ao mainstream. Seu texto muitas vezes equilibra-se entre um Bukowski embriagado (êita pleonasmo maldito!) e um Bataille revelando-se na “História do Olho”. É desabafo e monumento de um homem ciente do tempo, este lugar miserável que nos traga em sua superfície porosa e movediça. É testemunho de entrega a uma causa que sabe perdida, mas nem por isso menos necessária." (Trecho do Prefácio do Escritor e Historiador Viegas Fernandes da Costa)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

1 – Escolha o produto, consulte o preço e informações descritas sobre o item que deseja;
2 - Clique em "Comprar";
3 - Para saber sobre os itens adicionados, clique em "Seu Pedido";
4 – Preencha o formulário de pedidos com seus dados;
5 – Escolha a forma de pagamento;
6 – Consulte o valor do frete na tabela disponibilizada no site dos correios. ("+Frete")
7 - Confirme o seu pedido;
8 - Aguarde o e-mail de confirmação da compra com os nossos dados para efetuar o Pagamento.
Importante:
* O Pedido será enviado somente após a confirmação do pagamento pelo Banco.
* A qualquer momento você pode inserir ou excluir itens em Seu Pedido.
* A compra somente é processada quando você clicar em "Enviar Pedido".
* Cada pedido comporta apenas 10 itens. Caso queira pedir mais, faça um novo pedido.
Arca do Barata
Contos d'A Barata
Crônic'As Baratas
Entrevist'As Baratas
Fal'A Barata!
Resenhas de Filmes
Resenhas de Livros
Micrônic'As Baratas
Camisetas
Livros
Revist'A Barata
Revistas Impressas
Artesanato
O Anjo Venusanal
Ponto de Fuga
Convergências
?/span>pera Rock Vitória
PQP - Puta Que Pariu
Webradio
Sub-Versões
Videos
A Barata Ao Vivo
Biografi'As Baratas
Discoteca d'A Barata
Ensaios Musicais
1a. Coletâne'A Barata
2a. Coletâne'A Barata
Festival Música Independente
A Barata - O Site
Fest'As Baratas
A Barata na Midia
Barata Cichetto, Quem ?
Depoimentos
Amigos & Parceiros
Fotos
Arquíloco (1981)
Sangue de Barata
Impessoal e Transferível
1958
A Verdadeira História da Betty Boop
Emoções Baratas
O Olhar Gótico da Morte Dentro da Cibernética Taverna
O Câncer, O Leão e O Escorpião
O Cu de Vênus
O Êxtase
Poemas Perdidos

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 On Line:  174