(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

EM SOLIDARIEDADE A RONALDO E HEMINGWAY
JOHN HEMINGWAY - TRADUÇÃO: LÚCIO JÚNIOR
1/11/2008
Essa coluna é a tradução de um artigo que o neto do grande escritor Ernest Hemingway, o professor e também escritor John Hemingway escreveu a propósito do escândalo Ronaldinho. Pelo que ele me disse e pelo que pude encontrar na web, esse texto (verdadeiramente histórico) ainda não tinha ganho uma tradução para o português. John Hemingway já esteve no Brasil, entende português e está preparando uma peça (“A Ópera H, de Hemingway”) juntamente com o encenador Gerald Thomas.
Vivendo em Milão por muitos anos como eu vivi, aprendi muito sobre “Ronaldo, o fenômeno”, como ele é comumente referido na Europa e Brasil. Futebol é religião na Itália e quando um dos times profissionais na cidade, o Internazionale de Milão (o famoso Inter), comprou o jogador brasileiro no verão de 1997 do Barcelona, a investida da mídia cobrindo a venda do passe, assim como investigou tudo o possível sobre a vida de Ronaldo foi bastante intensa.

Ronaldo

Agora, Ronaldo é famoso e continua a ser, mas nunca imaginei que um dia fosse comparado ao meu avô. Mas em maio passado um amigo sugeriu que eu desse uma olhada numa coluna na Folha de São Paulo. O artigo “Solidariedade com Ronaldo e Hemingway”, foi escrito por Contardo Calligaris, psicanalista e romancista italiano que vive no Brasil. No artigo, Calligaris dizia que ficou espantado com um grafite pintado na entrada de um túnel próximo a uma favela no Rio, cidade de onde veio Ronaldo. Os fãs de Ronaldo pintaram a frase “nós acreditamos em sua inocência” e que ele seria sempre o fenômeno. Ao mesmo tempo, Ronaldo estava no centro de um escândalo envolvendo três travestis que se prostituíam e que passaram a noite com ele num motel. Ele afirmou que foi enganado e que não tinha idéia de que elas fossem homens. Os travestis disseram que ele não queria pagá-los.
Calligaris perguntou “de que tipo de inocência estamos falando aqui?” Ronaldo não cometeu nenhum crime e seu status de “fenômeno”, estritamente falando, era relacionado com sua performance no futebol e não tinha nada a ver com o que ele fizesse em motéis desconhecidos da cidade. Calligaris escreveu que para seus fãs, Ronaldo não era somente um jogador de futebol, mas sim um “macho ideal” e que aquilo era necessário para que se continuasse acreditando em sua “inocência”. Ele então dizia que leu meu livro de memórias, Strange Tribe, e afirmou para seus leitores que Ernest Hemingway, outro macho ideal, não era talvez inteiramente o homem que todo mundo acreditava que ele era e provavelmente ele sofreu como Ronaldo com as contradições entre sua imagem pública e sua vida privada infinitamente mais complexa.

Ernest nos Anos 50

Claro, eu não precisava ser convencido disso. Ele estava falando de meu livro, mas eu vi como meu pai tinha dificuldade em lidar com a imagem que Ernest ajudou a criar. Gregory fez todas as coisas que as pessoas geralmente associam com um Hemingway: caçar, pescar, beber e pegar mulheres, algumas vezes superando o próprio pai. Com onze anos, Greg ganhou um concurso de pesca em Cuba, competindo contra adultos. Gregory atirava de forma incrível, acertando mais longe do que Ernest jamais podia imaginar. Um cara que atirava com tanta precisão devia ser um verdadeiro Hemingway. Mas existem mais coisas envolvidas em ser membro desse “clube de tiro” do que as pessoas imaginam. Tanto meu avô quanto meu pai partilhavam uma fascinação por androginia, como Ernest colocou em seu protagonista de Jardim do Éden, uma procura de “uma sexualidade africana, para além de todas as leis da tribo”. Eles eram machos, mas existiam sutilezas. Homens mais interessados na união entre os sexos do que viver somente em um dos lados na divisão dos gêneros. Era essa similaridade que os unia e dividia, ao mesmo tempo, complicando tremendamente o relacionamento entre eles. Eles eram imagens espelhadas um do outro, mas ser um homem realmente nunca foi fácil.

Para Saber Mais:
Blog do John: www.johnhemingway.blogspot.com
Comunidade do livro Strange Tribe (Estranha Tribo) no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=72963821&refresh=1

FACEBOOK ADDS


15/6/2010 - Alexandre Wildshark - Virada Cultural (São Paulo 15 e 16 de Maio de 2010, Mogi Guaçu 22 e 23 de Maio de 2010)
2/12/2009 - Alexandre Wildshark - Resenha do Show do VENOM em São Caetano.
3/11/2009 - Paulo Leminski - Rock and Roll
1/11/2009 - Barata Cichetto - WoodsTarkus
16/10/2009 - Duda - Momentos Extremos de Meu Encontro com Raul Seixas, o Eterno Amigo.
16/10/2009 - Duda - O Repórter Perguntou: “E o Que Você Prega?” E Raul Munido de Ironia Respondeu: “Pregos, e Muito Mal Pregados".
16/10/2009 - Duda - Meu Encontro Com Raul Seixas, Meu Livro Vivo
1/10/2009 - Kim Kehl - Liberdade Criativa
28/9/2009 - Raul Cichetto - Infecção Cadavérica
23/9/2009 - Mário Pacheco - Rock Malhado S.A.
10/9/2009 - Greta Garbo - E Se!
7/9/2009 - Luiz Carlos "Barata" Cichetto - Liberdade... Abre As...
14/11/2008 - Greta Garbo - Boca
11/11/2008 - Dum De Lucca - Jazz Rock, a Fusão Entre o Céu e o Paraíso.
5/11/2008 - Dódi Hernandes (D.H.) - Vôo da Chave Antenada
1/11/2008 - John Hemingway - Tradução: Lúcio Júnior - Em Solidariedade a Ronaldo e Hemingway
1/11/2008 - Rodrigo Oliveira - Espantalhos, Pedras e Poemas
22/10/2008 - Dum De Lucca - "CSNY, Déja Vu”, do Genial Neil Young, no Festival de Cinema de São Paulo
21/10/2008 - Alexandre Wildshark - 14 de Maio de 2008, o Dia Que a Guitarra Brasileira se Calou! Um Tributo ao Mestre Wander Taffo
20/10/2008 - Wagner R. - A Fome
18/10/2008 - Antônio Celso Barbieri - Entrevista Rejeitada de Celso Barbieri
15/10/2008 - Belvedere Bruno - Enclausurada
13/10/2008 - Wagner R. - Um Bate-Papo Com Integrantes do Grupo 'Tântalus Cantantes"
30/7/2008 - Felipe Cerquize - Jogos da Vida
6/5/2008 - Mário Pacheco - Cu
5/5/2008 - Antônio Celso Barbieri - Rock Fantasma
25/4/2008 - Fernando Barreto - Rock And Roll Hates Me
20/4/2008 - Dum De Lucca - Tríade da Música Perfeita: Democracia, Diversidade e Informação
14/4/2008 - Wagner R. - Música, Por Favor... Quero Cantar...
25/11/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - A Nova Onda (Parte 2)
25/11/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - A Nova Onda (Parte 1)
11/11/2007 - Belvedere Bruno - Ponto Final
5/10/2007 - Adriano Coelho - Os 35 Anos da Led Slay
25/9/2007 - Adriano Coelho - Os 73 Anos da Maior Musa do Cinema
13/9/2007 - Antônio Celso Barbieri - Homosinteses
5/9/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - Syd Barrett: O Elefante Efervescente Não Está na Praça da Apoteose
5/4/2007 - Chico Boy - Parabéns Barata !!!
2/4/2007 - Lazara Luzia - Repulsa
27/3/2007 - Lazara Luzia - G
12/3/2007 - André Mainardi - Edu Viola
28/2/2007 - André Mainardi - High Tide Reportagem publicada na Revista Só! Número Hum, Setembro de 2006)
13/2/2007 - Astribaldo - Astribólicas
24/11/2006 - Fabiano Gozzo - Troca-Troca
13/10/2006 - Sr. Arcano - Manifesto Soturno
1/1/2006 - Silas Corrêa Leite - Teen, Família e Sociedade
1/1/2006 - Fabio G. Carvalho - Que Droga de Religião?
1/1/2006 - Thiago Porto - Tipos de Drogas e Sua Aparência 
1/1/2006 - Thiago Porto - Histórico das Drogas
1/1/2006 - Luiz Carlos Maciel - O Fracasso da Contracultura
1/1/2006 - Luiz Cezar Pimentel - Sobre Drogas e Vício
> LEIA OUTROS TEXTOS >

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online