(16) 99248-0091

Apóie a continuidade deste trabalho, totalmente independente desde 1997. Saiba como participar clicando na imagem ao lado.

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

MÚSICA, POR FAVOR... QUERO CANTAR...
WAGNER R.
14/4/2008
Estou aqui, na frente de um monitor tentando escrever algumas palavras que tenham o mínimo de nexo. Isso não é uma tarefa fácil, principalmente quando se teve uma educação distorcida e pré-fabricada (baseada nos padrões ocidentais, capitalistas e cristãos). Além do que, acabei de beber muitos copos de cerveja e não me pergunte quantos tomei, pois não sei nem se sei escrever, quanto mais contar... Nessas alturas passei a acreditar que toda a matemática pode ser reduzida nas quatro operações, que toda a geografia pode ser reduzida na interpretação de uma imagem de satélite, que toda a química pode ser reduzida em uma cadeia carbônica, que toda a biologia pode ser reduzida ao entendimento de um ecossistema, que toda a física não passa de um espectro eletromagnético, que toda a gramática pode ser reduzida neste texto que você está lendo, e que toda a história da humanidade pode ser decifrada a partir do documentário “Nós que aqui estamos por vós esperamos”... Não quero saber, neste momento penso desta forma e foda-se!

O fato é que eu bebi, e porque bebi estou aqui, um pouco mais relaxado e solto... Pois essa atmosfera mecanicista e tecnicista é esmagadora da criatividade humana. Se não tivesse bebido estaria provavelmente “fechado dentro de mim mesmo” (parafraseando Raul Seixas) e com certeza não estaria escrevendo porra nenhuma... No máximo plagiando algum pseudo-intelectual formado na Sorbonne. Ou de repente fazendo algum trabalho estúpido, técnico, chato, imbecil, estressante, alienante, manipulado e tedioso para ganhar o meu salário mensal e gerar lucros para alguma empresa (fundação?) ou estado (com “e” minúsculo mesmo).

Não é porque bebi que estou dizendo que todos devam fazer o mesmo para sentirem-se melhores, para terem uma nova percepção do mundo ou para entenderem as angústias da espécie humana. Cada um faz o que bem quiser! Acho que a humanidade tem é que se angustiar mesmo! Tenho mais é nojo e vergonha de pertencer ao gênero Homo e a espécie sapiens. Você não? Afinal, não existe motivo algum para se orgulhar de uma sociedade que conseguiu desequilibrar o clima em nível planetário, aniquilou parte significativa da biodiversidade, gerou miséria, fome, sofrimento, morte, holocausto e caminha na direção da sua própria destruição para enriquecer não mais do que algumas dezenas de multinacionais, banqueiros, políticos e latifundiários.

Convenhamos, o Homo sapiens utilizou a matemática e geografia para calcular as coordenadas de “alvos” a serem bombardeados e outras técnicas de deslocamento e combate no terreno; utilizou a química para desenvolver o agente laranja e outras armas letais; através da biologia criou-se o conceito de “raças” inferiores e superiores; conhecimentos de física deram origem à bomba atômica; através da gramática, textos mentirosos foram apresentados como verdadeiros, modificando o pensamento e as atitudes de milhões de pessoas; a história (quase sempre contata do ponto de vista dos vencedores) ensinou e ensina para as crianças que os grandes genocidas são heróis! Vejam só, heróis!? Floriano Peixoto por acaso foi um herói? Óbvio que não. Não passou de um ridículo assassino, ditador e covarde, responsável pela chacina de Anhatomirim, onde mandou torturar, enforcar e fuzilar 185 homens que se manifestaram contra seu governo (fato banido do ensino oficial)... E o que aconteceu depois? A Ilha de Santa Catarina recebeu a denominação de Florianópolis em homenagem a tal indivíduo! Milhares de cidades brasileiras possuem ruas ou avenidas com o nome deste cara! E o que dizer de Cristóvão Colombo tratado como um “heroizinho” que “descobriu a América”, mas que na verdade dizimou tribos indígenas inteiras, principalmente na República Dominicana (América Central), além de estuprar índias adolescentes a seu bel prazer... Quem duvidar que leia o livro “As Veias Abertas da América Latina” de Eduardo Galeano ao invés de ficar decorando fatos (mentirosos), lugares, datas e nomes de sujeitos inescrupulosos em livros didáticos e apostilas de cursinho pré-vestibular.

Citei apenas dois exemplos, mas sei lá... Não é de se estranhar que um número significativo de ruas, avenidas e cidades brasileiras recebam denominações de tiranos, corruptos e santos do pau-oco. Afinal, somos subdesenvolvidos e fomos “criados” dentro de uma cultura conservadora, elitista, militarista e cristã, por isso idolatramos nossos próprios carrascos, sem questionar nada.

A religião é uma forte aliada das elites dominantes, como forma de tornar o sujeito passivo (o que é bem diferente de pacífico). A igreja católica, além de ser responsável por queimar pessoas inocentes em uma fogueira durante a idade média, apoiar o nazifascismo na Europa, o massacre das populações indígenas da América Latina e a escravidão negra, explorar sexualmente menores de idade, ser contra o uso de preservativos, contra o homossexualismo e o amor livre, foi denunciada por abrigar uma grande comunidade gay no vaticano, com chefões da igreja fazendo sexo sadomasoquista. É a velha “moral de cueca” (faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço) e me parece que esta cueca está um tanto quanto suja!

Atualmente a igreja católica vem perdendo espaço para uma avalanche de igrejas evangélicas, que concentram cada vez mais poder e capital. A ponto de manipularem grandes redes de televisão com seus insuportáveis pastores de terno, gravata e discursos formatados em aulas de oratória, vendendo lotes no céu... Mas não basta comprar o lote, tem que sacrificar-se o máximo possível, e, claro, tem que ter fé, tem que acreditar... Senão vai para o inferno, meu amigo. A grande maioria das pessoas que freqüentam essas igrejas já chegou ao fundo do poço por problemas com drogas, bebidas, família, dinheiro, desejos reprimidos, vazio interior e assim, tornaram-se vulneráveis a esses falsos profetas por estarem psicologicamente arrasadas. E como o número de pessoas problemáticas aumenta a cada dia, criou-se uma verdadeira “indústria” da fé, com lucros milionários.

O fato é que enquanto eu estou aqui digitando este texto e consequentemente sendo atingido por ondas eletromagnéticas (cancerígenas, por sinal) provenientes da tela do meu computador e enquanto você está ai, sentado em uma poltrona macia, navegando na internet (sendo atingido pelas mesmas ondas cancerígenas), com o sistema operacional Windows e o navegador Internet Explorer, utilizando um tênis All Star, comendo um Big Mac e tomando uma Coca-Cola, milhares de animais de diferentes espécies estão sendo brutalmente torturados até a morte e privados de sua liberdade para satisfazerem prazeres humanos, de cada três habitantes do planeta dois já estão com sede, mais de um quinto da população sobrevive com menos de 1 dólar por dia, mais de 40% das florestas tropicais já foram destruídas, resta no máximo 25% da biodiversidade das plantas alimentícias que haviam no início do século passado, 350 famílias recebem anualmente rendas iguais às que recebem 45% da população do planeta e gasta-se 30 mil dólares por segundo em ações armamentistas que vão da pesquisa à guerra (dados divulgados pela própria ONU).

Estou de saco cheio de tudo isso. Dessa alienação, dessa televisão de merda e seu lixo cultural, desse bando de políticos filhos-da-puta. De ver o conhecimento sendo utilizado para o mal e em benefício de poucos. A farsa escancarada, arreganhada e gargalhando. O jogo sujo prevalecendo, envelhecendo, emburrecendo... Pessoas sem oxigênio para respirar... Chega, vou abrir outra cerveja... Música, por favor... Quero cantar... Ar... Ar... Ar... Ahhhhhhhhhhhh!

FACEBOOK ADDS

15/6/2010 - Alexandre Wildshark - Virada Cultural (São Paulo 15 e 16 de Maio de 2010, Mogi Guaçu 22 e 23 de Maio de 2010)
2/12/2009 - Alexandre Wildshark - Resenha do Show do VENOM em São Caetano.
3/11/2009 - Paulo Leminski - Rock and Roll
1/11/2009 - Barata Cichetto - WoodsTarkus
16/10/2009 - Duda - Momentos Extremos de Meu Encontro com Raul Seixas, o Eterno Amigo.
16/10/2009 - Duda - O Repórter Perguntou: “E o Que Você Prega?” E Raul Munido de Ironia Respondeu: “Pregos, e Muito Mal Pregados".
16/10/2009 - Duda - Meu Encontro Com Raul Seixas, Meu Livro Vivo
1/10/2009 - Kim Kehl - Liberdade Criativa
28/9/2009 - Raul Cichetto - Infecção Cadavérica
23/9/2009 - Mário Pacheco - Rock Malhado S.A.
10/9/2009 - Greta Garbo - E Se!
7/9/2009 - Luiz Carlos "Barata" Cichetto - Liberdade... Abre As...
14/11/2008 - Greta Garbo - Boca
11/11/2008 - Dum De Lucca - Jazz Rock, a Fusão Entre o Céu e o Paraíso.
5/11/2008 - Dódi Hernandes (D.H.) - Vôo da Chave Antenada
1/11/2008 - John Hemingway - Tradução: Lúcio Júnior - Em Solidariedade a Ronaldo e Hemingway
1/11/2008 - Rodrigo Oliveira - Espantalhos, Pedras e Poemas
22/10/2008 - Dum De Lucca - "CSNY, Déja Vu”, do Genial Neil Young, no Festival de Cinema de São Paulo
21/10/2008 - Alexandre Wildshark - 14 de Maio de 2008, o Dia Que a Guitarra Brasileira se Calou! Um Tributo ao Mestre Wander Taffo
20/10/2008 - Wagner R. - A Fome
18/10/2008 - Antônio Celso Barbieri - Entrevista Rejeitada de Celso Barbieri
15/10/2008 - Belvedere Bruno - Enclausurada
13/10/2008 - Wagner R. - Um Bate-Papo Com Integrantes do Grupo 'Tântalus Cantantes"
30/7/2008 - Felipe Cerquize - Jogos da Vida
6/5/2008 - Mário Pacheco - Cu
5/5/2008 - Antônio Celso Barbieri - Rock Fantasma
25/4/2008 - Fernando Barreto - Rock And Roll Hates Me
20/4/2008 - Dum De Lucca - Tríade da Música Perfeita: Democracia, Diversidade e Informação
14/4/2008 - Wagner R. - Música, Por Favor... Quero Cantar...
25/11/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - A Nova Onda (Parte 2)
25/11/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - A Nova Onda (Parte 1)
11/11/2007 - Belvedere Bruno - Ponto Final
5/10/2007 - Adriano Coelho - Os 35 Anos da Led Slay
25/9/2007 - Adriano Coelho - Os 73 Anos da Maior Musa do Cinema
13/9/2007 - Antônio Celso Barbieri - Homosinteses
5/9/2007 - Lúcio Emílio do Espírito Santo Júnior - Syd Barrett: O Elefante Efervescente Não Está na Praça da Apoteose
5/4/2007 - Chico Boy - Parabéns Barata !!!
2/4/2007 - Lazara Luzia - Repulsa
27/3/2007 - Lazara Luzia - G
12/3/2007 - André Mainardi - Edu Viola
28/2/2007 - André Mainardi - High Tide Reportagem publicada na Revista Só! Número Hum, Setembro de 2006)
13/2/2007 - Astribaldo - Astribólicas
24/11/2006 - Fabiano Gozzo - Troca-Troca
13/10/2006 - Sr. Arcano - Manifesto Soturno
1/1/2006 - Silas Corrêa Leite - Teen, Família e Sociedade
1/1/2006 - Fabio G. Carvalho - Que Droga de Religião?
1/1/2006 - Thiago Porto - Tipos de Drogas e Sua Aparência 
1/1/2006 - Thiago Porto - Histórico das Drogas
1/1/2006 - Luiz Carlos Maciel - O Fracasso da Contracultura
1/1/2006 - Luiz Cezar Pimentel - Sobre Drogas e Vício
> LEIA OUTROS TEXTOS >


(16) 99248-0091

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

De Poeta a Poeta

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Prefácios & Editoriais
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.
 On Line

Política de PrivacidadeFree counter users online