(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

ENTREVISTA AO BLOG TOCA DO SHARK

Alexandre Quadros
Blog

Entrevista ao Blog Toca do Shark

• Primeiramente, diga-nos quem ou o quê te levou para o mundo da poesia e quando começou?
...< Bien... O que me levou á poesia não foi a poesia..rs... Mas o Rock. Eu comecei a escutar muito Rock, desde os 11, 12 anos. Sempre gostei de ler, de escrever, mas eram pequenas histórias, contos. Mas, por volta de 1974, 75, descobri o trabalho de um sujeito chamado Lou Reed. li numa revista a tradução de umas letras dele logo depois e aí... Meu amigo, aí a coisa pegou. Eu tinha dezesseis, dezessete anos e tinha acabado também de descobriu a Boca do Lixo de São Paulo. As putas, os puteiros... E esse coquetel fez com que eu quisesse ser igual a ele. Cortei o cabelo curto, comprei óculos escuros. Não tinha grana, então improvisava no visual. E foi ai que comecei a escrever poesia. Que durante muito tempo para mim nem eram poemas, mas letras de musica. Imaginava que chegaria alguém e pudesse transformar tudo aquilo em musica. Nunca tive paciência para aprender nenhum instrumento musical. Bem depois, quatro ou cinco anos depois - lembre-se que não havia Internet e o acesso a informação era muito restrito, até por que vivíamos na época do Regime Militar, com uma censura braba -, foi que comecei a ler de fato os poetas. Descobri primeiramente Augusto dos Anjos e na sequencia Baudelaire. Isso veio a sedimentar mais ainda essa veia.
• Pra você, quem são os nomes mais importantes da literatura em geral?
...• Durante a sua carreira você tentou lançar livros da maneira convencional, ou seja, patrocinado por editoras ou caiu de cabeça logo de cara no underground?
...• De 1 a 100% qual o grau de influência do ROCK AND ROLL no seu trabalho?
...< Hummm, difícil...rs... Essa influência existe, claro, conforme relatei. Foi por causa do Rock que comecei a escrever. Ainda hoje, muitas coisas minhas são direta ou indiretamente influenciadas pelo Rock. Mas, sou um sujeito ligado nas coisas da mente, das perturbações do ser humano, na filosofia, enfim. Mas como tua pergunta gira em torno de percentual, eu diria que a coisa é dividida assim: trinta por cento é Rock.
• Li muitos de seus relatos desde seu site 'A Barata.com - Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade' e sempre você contava suas particularidades com a cultura underground paulista, de shows de Rock à bordéis, passando por botecos enfumaçados. Gostaria que elucidasse melhor essa sua literatura que mais se parece com músicas do VELVET UNDERGROUND ou NEW YORK DOLLS, é tudo baseado em fatos reais ou tem um alto grau de ficção nela?
...• Você trabalhou alguns anos com a PATRULHA DO ESPAÇO desenvolvendo o site deles e também acompanhando eles numa turnê pelos idos de 2005, relatando tudo num de seus livros. Gostaria de saber se antes você já tinha trabalhando tão intimamente com uma banda de ROCK ou se ainda gostaria de repetir essa experiência?
...• Agora sua nova investida (desde o ano passado) é a revista independente GATOS & ALFACES, primeiro, de onde veio esse nome e o que ele quer dizer?
...< Fiz inúmeras publicações independentes, sempre no formato fanzine, mas queria algo mais sólido, mais com cara de revista, mesmo. Por outro lado, queria criar uma revista de Rock, mas não da forma que sempre se fez, com entrevistas, biografias, essas coisas. Tudo isso hoje está na Internet, e não queria uma revista nesses moldes. Queria algo que fizesse as pessoas pensarem, que abordasse determinadas coisas de Rock sob um outro prisma, que tivesse pessoas que não seriam as costumeiramente e necessariamente ligadas ao meio. Convidei alguns amigos, como o Genecy Souza e o Jorge Bandeira, de Manaus, que foram colabores fixos, participando em todos os números, com seus textos. Genecy é um aficcionado por Rock, mas não tem nenhuma atividade ligada ao meio, o que faz com que seus textos, sempre lúcidos e ácidos, não tenham nenhum tipo de amarra. Já o Jorge é um agitador cultural, diretor de teatro e dono de um espaço cultural em Manaus, além de ser escritor, e tinha uma coisa fantástica que era uma espécie de biografia de um determinado artista de Rock em cordel. Não tenho conhecimento de ninguém que tenha feito nada assim antes. Rock e Cordel parece ser uma mistura que não agrada a nenhum lado, nem a turma do Rock, nem a turma do Cordel. Mas, é uma coisa sensacional, que garanto que surpreendia positivamente os leitores da revista. Com relação ao nome, a história é a seguinte: Um amigo de Facebook, o André Luiz Leite, postou uma chamada, em tom de brincadeira, usando uma charge. O tema era; "Vamos fazer um fanzine?". E daí a conversa desandou, com a Gigi Jardim, uma outra amiga já de algum tempo, sempre ligada nas coisas do Rock, botando pilha. Num determinado momento, a coisa debandou para as pessoas começarem a falar de gatos, e por algum motivo que não lembro, alfaces. Então me deu um estalo: então aqui todo mundo gosta de gatos e de alfaces... Então esse será o nome da revista. E assim ficou. O gato sempre foi o símbolo da revista, e até a penúltima edição era pintado manualmente, um a um, pela minha mulher, cada edição de uma cor diferente.
• Agora sim, fale mais sobre essa revista, venda o seu peixe.
...< Não seria o caso de vender o peixe, mas sim o gato... rsrsrsrs. Mas como dizia minha avó, a gente tem que estar sempre com um olho no gato e outro no peixe... E edição seis da revista está a venda, e traz entre outras coisas, um CD com 21 faixas chamado Ciberpajé - Egrégora, idealizado pelo mestre Edgar Franco, um artista multimidia, professor da Universidade Federal de Goiás. O disco tem bandas de seis países e se trata de uma interpretação por parte de cada banda ou artista de um aforismo escrito e interpretado pelo Edgar. Ademais, como nem só de Gatos e de Alfaces se vive, o meu peixe mais fresco é o livro de poesia "Troco Poesia Por Dinamite" e um que, sinceramente não sei classificar, que tem o titulo de "Manual do Adultério Moderno". Esse deve ser lançado ainda em Outubro, e a idéia é que o evento de lançamento seja feito num puteiro no centro de São Paulo.
• E a festa 'ROCK IN POETRY' que já teve 3 edições, servindo de plataforma para lançar alguma edição da revista e algum livro novo seu, fale mais sobre a festa e sua equipe?
...< "Rock In Poetry" é uma idéia que sempre procurei colocar em prática desde quando comecei a organizar eventos, ainda nos primeiros anos da década passada. Misturar Rock com poesia, basicamente, além de outras formas de arte, sempre foi o objetivo, mesmo que não tivesse esse titulo. Nesta era, a primeira edição eu fiz praticamente sem nenhuma ajuda, apenas com a Gigi, que uma força na produção. Na segunda tive o apoio do Jones Senoj, que começou também a colaborar na parte comercial da revista. E na terceira, os dois. A primeira edição, da Galeria Olido foi fantástica, com poucos problemas e boa afluência de publico e uma repercussão muito boa. Nessa edição, além das apresentações das bandas Kamboja e Blues Riders, aconteceu um fato histórico, que foi a apresentação da banda Psychotic Eyes, mostrando algo totalmente inusitado, que foi o primeiro show de Black Metal Acústico. A repercussão disso foi até em sites do exterior, fazendo com que a banda se animasse a gravar o primeiro trabalho do gênero: um CD Acústico, com apenas dois violões, de uma banda desse estilo. A segunda, feita no Bar do Aranha, que infelizmente recentemente fechou as portas, teve um resultado bem mais modesto, embora tivesse contado com bandas muito boas, como a Poolsar e a Vento Motivo, que tem entre os musicos o lendário Kim Kehl e a poesia poderosa do Fernando Ceah. Agora, a terceira edição, embora tenha voltado à Olido com muito mais garra e organização, fatores externos, como shows internacionais acontecendo no mesmo dia na cidade, fizeram com que o publico fosse menor. Além disso, uma das bandas anunciadas cancelou a apresentação quinze minutos antes. Mas, por outro lado, a apresentação de Amyr Cantúsio Jr foi impecável, com sua erudição e maestria ao interpretar Rock Progressivo, além da banda Muqueta na Oreia, que tem uma pegada muito forte, com letras muito foda e faz uma pancadaria sonora no palco.
• Como é a última pergunta, eu não pergunto nada, fale o que você quiser:
...< Primeiramente, claro, agradecendo pelo espaço na Toca do Shark, que é parceiro e amigo há muito tempo. E lembrando que continuo com meu programa na webradio Stay Rock Brasil, todas as segundas-feiras as 22:00 com duas horas de Rock In Poetry e Fuck'n'Roll. Além disso, quero falar que estou, mais uma vez com Amyr Cantusio Jr, compondo uma nova Opera Rock, nossa terceira em cinco anos. Desta feita estamos contando com um reforço maravilhoso de uma cantora de Minas Gerais chamada Liz Franco, que além de uma voz maravilhosa é também poeta e tem criado as melodias para as faixas de sua participação. Possivelmente em novembro a obra estará a venda, e o tema é bem mais pesado que das outras, falando sobre a Síndrome de Cotard,também conhecida como "Sindrome do Morto-vivo". Aguardem e ouvirão um trabalho de ponta, como nunca se fez no Brasil É isso. Abraço, Alexandre e todos os amigos da Toca do Shark.
21/7/2016

-

http://tocadoshark.blogspot.com.br/2015/09/entrevista-com-luiz-carlos-barata.html

16/11/2017 - André Marques - Debate no Programa 90 Por Hora
28/8/2017 - - - Frases em O Pensador
28/8/2017 - Isaac Soares de Souza - A Palavra é Um Acinte
28/8/2017 - - - Conectando Idéias
28/8/2017 - Marcelo Moreira - Combate Rock - UOL
28/8/2017 - Marcelo Moreira - Combate Rock - Marcelo Moreira
8/8/2016 - Crisberg Luan - Febre do Livro
21/7/2016 - Alexandre Quadros - Entrevista ao Blog Toca do Shark
13/6/2016 - Revista Biografia - Sociedade dos Poetas e Amigos - Luiz Carlos Barata Cichetto [Poeta,Escritor,Webdesigner, Artesão e Editor Artesanal Brasileiro]
14/12/2015 - Cassionei Niches Petry - Raio X de Um Poeta
19/11/2015 - Revista Biografia - Sociedade dos Poetas e Amigos - Poemas Inéditos [Luiz Carlos "Barata" Cichetto]
19/11/2015 - Matheus Narcizo - Escritor cria editora de livros para publicar suas obras e abrir espaço a artistas independentes
28/9/2015 - Mateus Narcizo - Entrevista a Mateus Narcizo
16/9/2015 - Fabio Makarrão - Entrevista Programa Sleevers, Participação Paulão Thomaz
22/8/2015 - Hélio Barbosa - Entrevista de Barata com Hélio Barbosa, do Canal Interface
19/7/2015 - Programa Partitura - Psychotic Eyes e Barata Cichetto no Programa Nº. 56
13/2/2015 - Fabio Da Silva Barbosa - Reboco Caído
1/1/2015 - Joana D'Arc - Entrementes
25/9/2014 - Mateus Narcizo - Revista Sampa USJT 11-2014
24/9/2014 - Célia Coev - Barata Cichetto - Entrevista a Célia Coev - Programa Talk Show - FlixTV
19/4/2014 - Mateus Souza - Depoimento a Mateus Souza
20/2/2014 - Artut Mamede - Gatos & Alfaces - O Mundo Underground Em Revista
13/2/2014 - Adriana Ferreira dos Santos - Memória e Rock and Roll na Paulicéia Desvairada: a Apropriação do Rock Pela Juventude Paulista na Década de 1970
1/1/2014 - Gilberto Santana - Materia On AIR - Entrevista Gilberto Santana com Barata Cichetto
30/11/2013 - Barata Cichetto - Poemas no Bar do Escritor
10/11/2013 - Emanuel R. Marques - Em Busca da Criatividade
13/8/2013 - Dum De Lucca - Jukebox
24/5/2013 - Paulo Ragassi - Entrevista ao Programa Tah Ligado
29/1/2013 - Célia Coev - Barata Cichetto - Entrevista no Talk Show - Celia Coev
17/1/2013 - Diego El Khouri - Molho Livre e Fetozine
17/11/2012 - Rob Gordon - Carta Aberta 2
1/10/2012 - Marcelo Moreira - Combate Rock - Estadão
13/9/2012 - Jackson - Programa Momento Rocktime 57
5/9/2012 - Rob Gordon - Carta Aberta
22/7/2012 - Combate Rock - Combate Rock
17/7/2012 - Jackson - Programa Rocktime 49
5/7/2012 - Pinnas - Portal Megaphone
6/4/2012 - Ian o Da Rocha - Ninguém Presta
13/12/2011 - Jackson - Barata Cichetto no Programa Rocktime
2/12/2011 - Jackson - Video Institucional Para o Programa Rocktime
9/9/2010 - Alceu Maynard - Participação no Quadro "Cinco Sons", do Programa Radar Cultura, da Rádio Cultura Brasil
9/9/2010 - Alceu Maynard e Roberta Martinelli - Barata no Radar Cultura, com a Banda Pedra
1/2/2010 - Alex Alves - Segunda Entrevista ao Blog "Dengue, É O Fim da Picada"
1/10/2009 - Alex Alves - Entrevista ao Blog "Dengue, É O Fim da Picada"
18/8/2008 - Ricardo Noblat - Blog do Noblat
1/6/2007 - Pedro Vicente - Entrevista ao Site ClubRock
1/5/2007 - Janailson Nogueira - Texto de Matéria de Capa do Jornal "O Pajeu"
24/7/2005 - Antonio Dimas Simão de Oliveira e Maria Irles de Oliveira Mayorga - Citação de Texto de Barata Cichetto no XLIII Congresso da Sober
12/12/2003 - Fábio G. Carvalho - Entrevista Por Fábio G. Carvalho com Luiz "Barata" Cichetto, em Outubro de 2003
6/2/2003 - Claudia Bia - Entrevista Claudia Bia
1/1/2003 - Fábio G.Carvelho - Matéria no Site Choose Your Side
21/3/2002 - Jornal do Brasil - Jornal do Brasil
1/1/2002 - Rock Brigade - Revista "Rock Brigade"
1/1/2002 - Cezar Heavy - Entrevista ao Fanzine Rock e Cultura
20/9/2000 - Fernanda Danellon - Entrevista Programa Vitrine
1/1/1997 - Barata Cichetto - Barata no Whiplash

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online