(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

A Barata Ao Vivo Biografi'As Baratas Discoteca d'A Barata Ensaios Musicais Coletâneas de Rock


XANDO ZUPO
Barata Cichetto

A longa carreira musica do guitarrista Xando Zupo começa em 1982, aos 14 anos de idade, quando ele inicia aulas de guitarra com Edu Cabelo e a freqüentar as rodas de músicos na noite paulistana, onde conhece músicos como Faíska, Álvaro Gonçalves, Norba Zamboni, Franklin Paolillo e outros.

Aos 15 anos em 1983, monta sua primeira banda chamada Curto Circuito, que passa a tocar em pubs e escolas públicos. A banda permanece com a mesma formação que inclui Otávio no vocal, Caio no baixo, Montanha na bateria e Xando na guitarra, até 1987 quando se desfaz.

Em outubro de 1986 Xando é convidado por Tibério Corrêa e Cláudio Cruz para integrar o Harppia que estava sendo remontado após a saída de Hélcio Aguirra que deixara a banda para montar o Golpe de Estado. A banda desenvolvia o material do que seria seu próximo disco, "Sete", e em março de 1987 inicia uma mini turnê pelos teatros da capital paulista, apresentando-se 5 dias por semana em teatros, tendo a cada dia uma banda convidada para a abertura. Em junho de 1987 Xando deixa o Harppia pouco antes das gravações do disco retornando em 1988 e desligando-se definitivamente da banda em 1989.

Em novembro de 1988, paralelamente à sua 2ª. Participação no Harppia, Xando funda a Big Balls, que tem em sua primeira formação Ackua nos vocais, Montanha na bateria, Tiguez o Luthier no baixo e Xando na guitarra. Em Julho de 1989 a banda grava sua 1º demo e faz apresentações por todo o estado de São Paulo, mesclando covers de clássicos do rock ao seu trabalho próprio.

Em agosto de 1991 no backstage do show do Deep Purple, Rolando Castelo Júnior faz o convite para que Xando passe a integrar a Patrulha do Espaço, que estava sendo remontada e que resultaria em algumas apresentações pelo sul do Brasil e a gravação do disco "Primus Inter Pares". Desta formação da banda participam além de Júnior e Xando, Rubens Gióia na guitarra, Percy Weiss nos vocais e René Seabra no baixo. Em 1992, após a gravação do disco, onde Xando Zupo foi também co-produtor, ele volta a se dedicar exclusivamente ao Big Balls.

Janeiro de 1996 a Big Balls é contratada pela East West-Continental, selo pertencente a WEA e inicia uma jornada de 350 horas no estúdio Mosh finalizando seu 1º CD intitulado simplesmente "Vol 1". A partir daí, a banda participa de vários eventos como: Brasileiros e Brasileiras, Show ao vivo nos estúdios da Brasil 2000 FM, MTV no Ar, Metrópolis e Bem Brasil da TV Cultura, Broodway, Aniversário da Brasil 2000 FM, Centro Cultural Vergueiro, entre outros. A formação da banda conta então com Paulo de Tharso nos vocais, Alex Soares na bateria e Pedro Crispi no baixo, que logo é substituído por Renato "Panda" Gonçalves. Um Vídeo Clipe feito a partir desse CD é veiculado na MTV, TV Cultura e algumas redes de TV a Cabo.

O Big Balls passa por algumas mudanças de formação, mas sempre mantendo sua característica principal de 100% Rock'n Roll e em outubro de 2003 fez sua última apresentação com Xando na Guitarra.

Entre 2003 e 2004, Xando desenvolve o projeto "Z Sides", cujo resultado é um CD, "I Got My Own World To Live" com 15 músicas, sendo 6 inéditas e 9 releituras. O trabalho conta com as participações de Rolando Castello Jr., Paulo Zinner, José Luiz Rapolli, Alex Soares, Abel Marques, Luiz Domingues, Nelson Brito, Renato Panda, Fábio Mulan, Rodrigo Hid, Marcello Schevano, Marcelo Mancha e Ackua.

Em 2004, Xando constrói seu próprio estúdio de gravação e faz o trabalho de produção da banda Máquina Zero, de Robson Rocco.

Com uma nova banda formada por Zé Luiz Rapolli na bateria; Renato Panda no baixo, Marcelo Schevano na guitarra e teclados, Marcelo Mancha nos Vocais e o próprio Xando Zupo nas guitarras e vocais, pretende levar um show onde estarão sendo tocadas músicas do Primus Inter Pares da Patrulha do Espaço, temas da Big Balls, do novo CD e algumas homenagens.


05/20041/1/2000
Publicação:
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.861 - Livro 974 - Folha 209

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online