Brasil Papaya - Esperanza
Carro Bomba - Carcaça
Carro Bomba - Nervoso
Carro Bomba - Segundo Atentado
CASCH - High Level Low Profile
Imperial - A Grande Batalha e Seis Anos Queimando na Terra de Ninguém
Kim Kehl & Os Kurandeiros - Mambo Jambo
Kim Kehl & Os Kurandeiros - Kim Kehl & Os Kurandeiros
King Bird - Jaywalker
Lírio de Vidro - Lírio de Vidro
Norba Zamboni - Walking and Sliding
Norman Bates - Norman Bates
Patrulha do Espaço - .ComPacto
Pedra - Pedra
Pedra (3) - Pedra
Seu Zé - Festival do Desconcerto
Spectro - Spectro
Sunflower - A New Beginning...
Sunroad - Arena of Aliens e Flying N´Floating
Tomada - Volts
Uivo Beat - Nas Ruas do Homem Entre Guias de Spleen

+ A Barata Ao Vivo + Biografi'As Baratas + Discoteca d'A Barata + Ensaios Musicais + Coletâneas de Rock +

  Carcaça

CARCAÇA
Carro Bomba
Barata Cichetto
barata.cichetto@gmail.com
Ano: 2011
Gravadora: Laser Company
Músicos:
Rogério Fernandes – Voz
Marcello Schevano – Guitarra e Coros
Fabrizio Michelloni – Baixo e Coros
Heitor Shewchenko – Bateria e Coros
Faixas:
01. Bala Perdida
02. Queimando a Largada
03. Carcaça
04. Combustível
05. O Medo Cala a Cidade
06. Mondo Plastico
07. Blueshit
08. Corpo Fechado
09. O Foda-se III
10. Tortura (Pau Mandado)
Síte: http://carrobombaoficial.com.br/
Contato/Pedidos: carro.bomba@hotmail.com
Há tempos tenho falado e escrito que Carro Bomba é uma das melhores bandas de Rock que surgiram no Brasil. E em todos os tempos. Tenho 53 anos e desde garoto acompanho Rock And Roll e compareci a centenas de shows de Rock de bandas “nossas”. Comprei muitos discos, admiro muitas das bandas, mas estou certo que dentre todas, Carro Bomba figura entre as melhores. Som pesado, letras com conteúdo forte e muito bem construídas, produção caprichada. Enfim, todos os componentes que uma grande banda de Rock precisa. A cada disco a vem conquistando mais e mais espaço. Se no primeiro e segundo discos eram pesados e extremamente vigorosos, a partir da entrada de Rogério Fernandes e consequentemente a liberação de Marcelo Schevano para fazer o que ele sabe de melhor, que é tocar sua guitarra e Fabrizio detonar de uma forma como poucos aqui sabem, seu baixo, a banda ganhou mais peso e vigor, que podem ser sentidos já no “Nervoso”. Agora, com “Carcaça”, a superação de algo que parecia ser insuperável: o Carro Bomba está mais pesado, mais homogêneo e mais vigoroso. Rock Pesado para nenhuma banda gringa botar defeito, com letras para tapar a boca de muita gente que afirma, na maioria das vezes até com razão, que as letras do Rock feito no Brasil são extremamente débeis... mentais... Não irei ficar aqui analisando uma a uma as musicas do disco, pois é um trabalho único, coeso. Portanto, peguem esse “Carcaça” e escutem da forma que quiserem: batendo cabeça ao som pesado, ou apreciando as letras com conteúdo e forma. Enfim, escutem, ouçam e sintam “Carcaça”, do Carro Bomba. E, aliás, ficamos esperando apenas algo inevitável e necessário: um disco Ao Vivo da banda Carro Bomba. E ademais, “Fui!” ou “Foda-se (IV)”
Nota: 9,0
Cotação:
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.861 - Livro 974 - Folha 209

(11) 96358-9727


Camisetas
Livros
Pinturas


A Barata - O Site
A Barata na Mídia
Barata Cichetto, Quem É?
Depoimentos
Fest'As Baratas
Fotos

Por Título
Por Livro
Por Data
Com Áudio
Musicados
Com Vídeo
Livros Impressos

A Barata Ao Vivo
Biografi'As Baratas
Discoteca d'A Barata
Ensaios Musicais
Coletâneas de Rock


Artesanato
Camisetas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Convergências
PQP - Puta Que Pariu
Pinturas
Sub-Versões
Videos
Webradio

Gatos & Alfaces
Pi Ao Quadrado
Revist'A Barata
Revist'A Barata Digital
Versus


Arca do Barata
Contos d'A Barata
Crônic'As Baratas
Entrevist'As Baratas
Fal'A Barata!
Micrônic'As Baratas
Resenhas de Filmes
Resenhas de Livros

Ataraxia
Crom
Kakerlak Doppelgänger
Madame X
O Anjo Venusanal
Ponto de Fuga
Pornomatopéias
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Seren Goch: 2332
Tublues
Vitória

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto e registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor. Bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade".

 On Line:  166