(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

Ataraxia Crom Kakerlak Doppelgänger Madame X O Anjo Venusanal Ponto de Fuga Pornomatopéias Projeto Sangue de Barata Psychotic Eyes Renato Pop Seren Goch: 2332 Tublues Vitória


ATARAXIA

Ataraxia

Títulos dos Poemas: Vários
Autores: Amyr Cantusio Jr., Barata Cichetto
Ano: 2016
Música de Amyr Cantusio Jr. E poema de Barata Cichetto Encartado
----------------------------------
Ataraxia

E em algum lugar, em uma distante galáxia
Havia um belo planeta chamado de Ataraxia
E nada ali havia que não fosse a eterna paz
Mas a maldade sabia daquilo que era capaz.

----------------------------------

Nós estamos presos a um corpo invisível
Prisioneiros entre o eterno e o indivisível.

Triunfamos sobre a irracionalidade à nossa volta
E desconhecemos o desânimo, a dor ou a revolta.

Sem desejos supérfluos, corpos ardentes
À malícia e a luxúria somos indiferentes.

Não há o divino, nenhum senhor irrefutável
E o nosso prazer é natural, esférico e estável.

----------------------------------

Mas onde há apenas o nada, nada existe além
E onde não há o mal, também não há o bem
A paz é feita de guerras, e do medo é a criação
E não há liberdade sem nenhuma condenação.

----------------------------------

Sem síndromes, dor, angústia ou ansiedades
Estamos muito além de nossas necessidades.

Temos portanto a paz das almas impassíveis
E imperturbabilidade dos espíritos sensíveis.

A razão triunfou, qualquer paixão inexiste
E a felicidade derivada da virtude persiste.

Há ausência, inexistência do temor e do medo
E a experiência do ótimo, mantém seu segredo.

----------------------------------

Sem sonho não há a vida, sem mentira a verdade
Do mesmo jeito que diferenças geram a igualdade.
E naquele árido planeta sem qualquer contradição
Surge a dúvida e a incerteza sobre a sua condição.

----------------------------------

Sem perdas nem ganhos, derrotas ou vitórias
E assim existimos sem viver nossas histórias.

E não há temor, nenhum medo a sentir
Mas sobre a morte não podemos mentir.

E a duras penas nos tornamos o que somos
Apenas uma sólida camada de cromossomos.

Somos a ausência das coisas chamadas humanas
E nas nossas mentes, há apenas formas insanas.

----------------------------------

E naquele planeta, uma nova espécie ressurgiu da fumaça
Em meio ao sangue de irmãos, junto com toda a desgraça
Então reinou a morte, e cavalgou a dor pelos campos de guerra
E a partir daquele tempo o planeta passou a chamar-se Terra.

9/10/2015

-


1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 

(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

A Barata na Mídia

Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas

Fal'A Barata!

Fotos

Gatos & Alfaces

Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas
O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesia Por Título

Poesia Por Livro

Poesia Por Data

Poesia Com Áudio

Poemas Musicados

Poesia Com Vídeo

Ponto de Fuga

Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online