(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

Ataraxia Crom Kakerlak Doppelgänger Madame X O Anjo Venusanal Ponto de Fuga Pornomatopéias Projeto Sangue de Barata Psychotic Eyes Renato Pop Seren Goch: 2332 Tublues Vitória


RENATO POP

Renato Pop

Títulos dos Poemas: Cão Atropelado, Perpetuação, Segredos / Sem Título
Autores: Barata Cichetto, Renato Pop
Ano: 2010
Renato Pop é um cantor e compositor paulistano, que musicou quatro poemas de Barata Cichetto, sendo que dois deles foram unidos numa mesma musica.O trabalho começou por volta de 2010.

Cão Atropelado

Desembucho a minha lira e danço pelado
Estrebucho minha ira feito cão atropelado
E canto a minha sina de poeta aniquilado.

Bêbado poeta, louco profeta anestesiado
Afogando minhas dores, morro asfixiado
E vivo sobretudo pela morte sentenciado.

Amo da forma que consigo, desamado
Morro do jeito que deixam, desarmado
E sobrevivo, morto, assim desanimado.


Perpetuação

Sou meu próprio pesadelo e sou a minha própria criação
Minha própria morte, um ataque ao meu próprio coração.

Sou minha própria crença e a santidade da minha santificação
Minha própria dor e os pregos de minha própria crucificação.

Sou eterno quanto a própria morte e escravo da minha abolição
Minha própria esperança e o desespero de minha própria aflição.

Sou minha própria loucura e a sanidade da minha internação
Minha própria doença e cura por minha própria mortificação.

Sou a própria existência e minha própria morte por execução
Minha própria sentença e o juiz da minha própria condenação.

Sou errado quanto sonhos, perfeito em minha total imperfeição
Minha própria esperança, finado em minha própria perpetuação.


Segredos / Sem Título

Existem segredos que nem a mim mesmo eu conto
Porque sempre aquele que conta aumenta um ponto.
Guardo segredos a mim porque não estou pronto
A saber de sentimentos que nem a mim eu aponto.

Eu não tenho comida nem tenho respostas
Apenas tenho fome e tenho as perguntas
Não tenho nada a pesar nas minhas costas
Tenho apenas sede e nada do que juntas.

Não sou o que tenho, mas tenho o que sou
Apenas eu e nada, nada mais do que restou
Um par de sonhos e um outro de meias furadas
Tenho apenas tristeza e não quero suas risadas.


Eu não tenho comida nem tenho respostas
Apenas tenho fome e tenho as perguntas
Não tenho nada a pesar nas minhas costas
Tenho apenas sede e nada do que juntas.

Não sou o que tenho, mas tenho o que sou
Apenas eu e nada, nada mais do que restou
Um par de sonhos e um outro de meias furadas
Tenho apenas tristeza e não quero suas risadas.

-


1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 


(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online