nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos "Barata" Cichetto e registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor. Bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade".
nike shox hogan scarpe calcio Tiffany christian louboutin Scarpe Adidas superstar Scarpe Reebok Adidas Scarpe nike sb Scarpe nike air force air jordan adidas scarpe Tacchi Scarpe da donna Scarpe Scarpe Adidas adidas Scarpe Scarpe Scarpe hogan oakley nike air presto new balance nike air max adidas Scarpe nike free

A idéia de criar um programa de rádio remonta aos tempos de minha adolescência, em meados dos anos 70, quando eu ficava até as 2 da madrugada escutando, num rádio de pilha, o programa Kaleidoscópio, apresentado pela enigmática figura de Jacques. Naquela época a FM era coisa de consultório de dentista, com musica instrumental. Internet não existia, mas o Rock era o catalisador dos sonhos de muitos de nós. Mas, naquela época, os esquemas de comunicação eram dominados e ter um programa de rádio era um sonho que poucos podiam alcançar. Muito tempo passou, as necessidades e objetivos foram mudando. Com o advento da compactação de áudio, através do MP3 e a consequente popularização começaram a aparecer as rádios web,  No inicio dos anos 2000, mais precisamente em 2001, conheci um sujeito que ao que me consta foi se não o precursor, mas um primeiros a lançar uma dessas rádios no Brasil. Paulo Rogério tinha criado uma rádio que rodava direto de seu computador, em formato Real Media e além de ser um trabalho imenso,, tinha um custo muito alto. A "Rock Geral" durou até 2004, e durante um certo período eu construí e administrei o website, fato que foi mexer no enxame de sonhos de minha cabeça, com essa nova possibilidade.

Em meados de 2008 fui chamado a participar de um projeto recém lançado, a Solid Radio, mas com receio em participar em função do perfil da rádio, deixei a idéia de escanteio. Logo em seguida, um novo convite de uma outra webradio, desta vez, prontamente aceito. Mas durou apenas sete programas, até o inicio de 2009. Neste momento, época de muita turbulência pessoal, eu queria lançar minha própria rádio, mas fui convidado a participar de outra webradio,  uma dissidência da anterior. E assim, por quase dois anos participei ativamente dela. Chegando o início de 2011, uma série de divergências fez com que eu me afastasse dessa rádio e, justamente nessa época participei de uma Oficina Cultural a cargo do radialista Luciano Jr.. Nela, muito acima de informações técnicas, o "oficineiro" competentemente nos mostrou o objetivos social e cultural que deviam prevalecer. Sai dalí, em final de Fevereiro com um milhao de idéias na cabeça e um objetivo: criar uma rádio que tocasse essas idéias... E foi assim que nasceu "A Rádio Que Toca Idéias", a KFK Webradio, com o mote: "Interrogações, Mutações, Metamorfoses e Um Pouco de Música Sem Rótulos".
 

Fase 1 - Don't Stay
O Rádio Barata foi um programa produzido e apresentado por Barata Cichetto, entre os meses de Dezembro de 2008 e Fevereiro de 2009 em uma Webradio e tinha o formato do portal A Barata em uma linguagem de rádio. Enfim, a Rádio Barata teve o mesmo perfil do Portal A Barata: Cultura-Rock. Porque Rock sempre foi, é e sempre terá que ser Atitude. Depois de sete programas, a direção da rádio decidiu cancelar unilateralmente a apresentação do programa.

"Rádio Barata é um programa com a cara do site A Barata, 11 anos de Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade. Sem formatos ou estilos definidos, a Rádio Barata reúne Rock em todas as suas matizes, poesias  e muita Convers'A Barata, sempre procurando a Atitude Rock. Porque Rock não é apenas um estilo musical, é modo de vida e de pensamento!" Este era o texto de apresentação do programa.
Fase 2 - A Fase da Lágrima

Entre 26 de Setembro de 2009 e 13 de Fevereiro de 2011, criei, produzi e apresentei 63 programas na Rádio WULP.  Além dos programas normais, criei, produzi e apresentei ainda; "Garagem Psicodélica", voltado ás bandas e artistas independentes, o "Monsters Of Rock Radio", com 14 horas semanais com um dos chamados "Monstros Sagrados do Rock", além de ter criado e produzido o programa "GiraÇol" , voltado á MPB e rock nacional, apresentado pela Bell, minha companheira. Somando a isso, criei e produzi o primeiro festival virtual numa Rádio Web, dezenas de vinhetas para a rádio, e uma programação inteira, baseada na minha lista de clássicos do Rock. Sai da rádio por discordar dos rumos impostos á mesma pelo seu proprietário. Também desenvolvi o website e o logo e criei uma identidade visual.

No dia 13 de Fevereiro de 2011 foi ao ar o último programa Rádio Barata. Depois de um ano e meio no ar, 63 programas. Entre outras coisas, uma impressionante entrevista com o Mestre em Artes e artista multimídia Edgar Franco.

A KFK Webradio

A KFK Webradio não nasceu para ser uma rádio de Rock, embora tenhamos uma preferência por esse "estilo" musical. Aliás, tão pouco a KFK Webradio pretende ser uma rádio "musical". Acredito que, atualmente com as tecnologias existentes, não faz sentido ter uma rádio apenas tocando musicas. A facilidade ao acesso a MP3 por exemplo, faz com que cada um possa escutar a musica que quer e na hora que assim desejar. Então, uma rádio tocando apenas músicas não faz sentido algum. Também não pretendo uma rádio automática, enfileirando programas numa grade quadrada e assim copiar os esquemas que tanto abomino, e que estou certo as pessoas realmente de apurado senso crítico também.

Durante meses venho pensando sobre o que seria uma rádio transmitida via Internet. Recentemente numa Oficina Cultural que participei, coordenada por Luciano Jr., vários caminhos foram apontados, mas todos eles convergiam à minha antiga idéia de fazer algo diferente daquilo que é feito. E assim, depois de uma divergência feroz que culminou com minha saída de uma radio da qual eu não apenas levei programas ao ar, mas participei de forma ativa da administração, decidi por colocar este projeto no ar. Começou com o nome: a principio o natural seria "Radio Barata", mas eu não queria nada que remetesse diretamente a minha pessoa e ao meu site... Várias idéias, várias sugestões, até que há uns 10 dias, numa conversa com Raul, meu filho, fomos tecendo uma malha, tricotando idéias, formando até que cheguei nesse nome: KFK Webradio. O que significa? Porra nenhuma! Uma distante homenagem a uma das mais antigas rádios do mundo, a KFKA, fundada há exatos 90, nos EUA. Mas isso levado por um jogo de letras com um nome...

Registrado o nome, construída a logomarca, desatrelada de conceitos gráficos mais comuns, surgiu, de uma inspiração imediata o slogan: "Interrogações, mutações, metamorfoses e um pouco de musica sem rótulos!" E acredito que dentro dessa frase, estou definindo todo o conceito da KFK Webradio. Aliás, é preciso, aos que gostam de palavras que definam coisas em conceitos fechados, uma que defina o que temos aqui: rádio apenas no fato de que temos uma voz sendo levada a distância. E musicas... Acaba aí a semelhança, pois a mídia é totalmente diferente daquela usada no rádio comum. Internet é apenas a mídia, não serve como definição. Webradio foi a palavra que me pareceu mais próxima e a que é mais usada. Mas ainda não vejo como a palavra definitiva. Na Argentina por exemplo usam o termo "Inter-radio", que seria interessante a não ser pelo fato de que em português causaria cacofonias desagradáveis.

Enfim, ao tentar definir o conceito da "KFK Webradio", acredito ter gerado mais anarquia do que explicação. Mas na realidade o que temos aqui é isso mesmo: anarquia radiofônica, sem sentido, sem conceitos fechados. E ademais estamos também acabando aqui com o maior tabu existente desde que o rádio existe: o "ouvinte", esse ser passivo e idiotizado cujo papel é apenas o "escutar" o que os "gênios", donos da verdade atrás de um microfone, têm a falar. Mas isso não depende apenas de mim, mas de todos. A Internet nos possibilita, nos dá as ferramentas. Precisamos todos deixar nossos papéis passivos e cobrar a real participação. Deixem de lado a preguiça e o comodismo, pois isso interessa apenas aqueles que lhes dominam.

Vamos definindo nossos caminhos ao passo que vamos caminhando. Até chegarmos a algum lugar. Ou não chegarmos a lugar algum. Depende de nós! Fundamentalmente!

Estou, portanto, conclamando a todos aqueles que acreditem nessa idéia e quiserem fazer parte ativamente deste projeto. Tem uma idéia de um programa? Um projeto “radiofônico”? Um site ou blog onde queira veicular a “KFKWebRadio? Ou apenas quer ser um patrono, ajudando financeiramente? Em qualquer caso entre em contato: contato@kfkwebradio.com.br

Barata, 7 de Março de 2011

www.kfkwebradio.com.br

Arca do Barata
Contos d'A Barata
Crônic'As Baratas
Entrevist'As Baratas
Fal'A Barata!
Resenhas de Filmes
Resenhas de Livros
Micrônic'As Baratas
Camisetas
Livros
Revist'A Barata
Revistas Impressas
Artesanato
O Anjo Venusanal
Ponto de Fuga
Convergências
?/span>pera Rock Vitória
PQP - Puta Que Pariu
Webradio
Sub-Versões
Videos
A Barata Ao Vivo
Biografi'As Baratas
Discoteca d'A Barata
Ensaios Musicais
1a. Coletâne'A Barata
2a. Coletâne'A Barata
Festival Música Independente
A Barata - O Site
Fest'As Baratas
A Barata na Midia
Barata Cichetto, Quem ?
Depoimentos
Amigos & Parceiros
Fotos
Arquíloco (1981)
Sangue de Barata
Impessoal e Transferível
1958
A Verdadeira História da Betty Boop
Emoções Baratas
O Olhar Gótico da Morte Dentro da Cibernética Taverna
O Câncer, O Leão e O Escorpião
O Cu de Vênus
O Êxtase
Poemas Perdidos

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 On Line:  118